Maria Sangrenta

O Bloody Mary é um café da manhã nutricional embebido em vodka e cura para a ressaca, tudo em um. O que mais você poderia pedir?

O coquetel à base de tomate tem centenas de variações, desde o molho picante até um toque de Guinness por cima. É melhor começar com a receita clássica e trabalhar do jeito que você gosta, mesmo que seja coberto com um espeto de camarão, uma fatia de bacon e um cheeseburger minúsculo. Deixando as guarnições loucas de lado, há um motivo pelo qual esta bebida icônica é um clássico.

Embora a origem desse coquetel de brunch popular seja discutível, o poder de permanência do Bloody Mary não deixa dúvidas.

Assista agora: Como fazer um Bloody Mary clássico

  • 1 rodela de limão
  • 1 rodela de limão
  • 2 onças de vodka
  • 4 onças de suco de tomate
  • 2 travessões de molho tabasco
  • 2 colheres de chá de rábano preparado
  • 2 travessões de molho inglês
  • 1 pitada de sal de aipo
  • 1 pitada de pimenta preta moída
  • 1 pitada de páprica defumada
  • Enfeite: rodela de limão
  • Enfeite: azeitonas verdes
  • Enfeite: raminho de salsa
  • Enfeite: talo de aipo
  1. Despeje um pouco de sal de aipo em um prato pequeno.

  2. Esfregue o lado suculento do limão ou da rodela de lima ao longo da borda de um copo de meio litro.

  3. Enrole a borda externa do copo em sal de aipo até que esteja totalmente revestido.

  4. Encha com gelo e reserve.

  5. Esprema as rodelas de limão e lima em uma coqueteleira e coloque-as dentro.

  6. Adicione os ingredientes restantes e gelo e agite delicadamente.

  7. Coe no copo preparado.

  8. Enfeite com um raminho de salsa, 2 azeitonas verdes espetadas, uma rodela de limão e um talo de aipo (opcional).

Assista o vídeo: CEBOLINHA E CASCÃO EM A LENDA DA MARIA SANGRENTA. HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. QUADRINHO TURMA DA MÔNICA (Outubro 2020).