Receitas de coquetéis, destilados e bares locais

As melhores cervejas artesanais da América (apresentação de slides)

As melhores cervejas artesanais da América (apresentação de slides)



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Cerveja artesanal está em toda parte, mas bares de cerveja artesanal são um pouco mais difíceis de encontrar

Melhores bares de cerveja artesanal da América

A cerveja artesanal está em toda parte, mas os bares de cerveja artesanal são um pouco mais difíceis de encontrar.

# 11 The Malt House Tavern, Madison

Eles se autodenominam o melhor bar de cerveja em Madison, e o Beer Advocate dá ao The Malt House sua cobiçada classificação de “Classe Mundial”. Com 18 cervejas na torneira e mais 150 em garrafas, é muito fácil ver por que os habitantes locais não se cansam deste lugar.

# 10 The Bulldog, Nova Orleans

Com 50 cervejas na torneira, mais de cem em garrafas e uma máquina de lavar louça de US $ 5.000 projetada especificamente para limpar copos de cerveja, este favorito do Big Easy atrai multidões de universitários e aficionados por cerveja.

# 9 Great Lost Bar, Portland

Um favorito local que é praticamente um marco, o Great Lost Bar tem 69 torneiras, a maioria cervejas artesanais do Nordeste. A gritante 15 de suas cervejas vêm de cervejarias locais do Maine.

# 8 Bukowski Tavern, Boston

Em uma cidade que adora cerveja, você precisa se destacar para ter sucesso. Bukowski Tavern, que recebeu esse nome em homenagem ao poeta falecido e notoriamente ranzinza, talvez não seja o bar mais amigável de Boston, mas com 120 cervejas para escolher (e muitas delas cervejas artesanais locais), eles não precisam ganhar nenhum voto de simpatia.

# 7 Palm Tavern, Milwaukee

Você não encontrará nenhum Miller Lite aqui. Eles têm 25 torneiras e 150 garrafas para escolher, mas seu grande atrativo é a seleção de cervejas artesanais raras e sazonais, como a Canadian Breakfast Stout.

# 6 Spuyten Duyvil, Brooklyn

A New York Magazine elogia que “nenhum bar da cidade presta uma homenagem mais amorosa e completa à cerveja”. Spuyten Duyvil oferece uma longa lista de cervejas cuidadosamente selecionadas e difíceis de encontrar, especificamente cervejas belgas divididas por região - flamenga e valônia - e por tipo, com lambics fermentadas espontaneamente como especialidade.

Nº 5 Draft House, Austin

É difícil manter um bar aberto mesmo por um mês em Austin saturado de pubs, mas o Draft House serve cerveja há 45 anos. Provavelmente porque eles realmente amam as coisas. Com centenas de artesanato em garrafas e na torneira, além de um especial de US $ 3 em cerveja artesanal local às quintas-feiras, a Draft House pode durar mais 45 anos ou mais.

# 4 Blind Tiger, Nova York

A Time Out New York diz tudo: “Muito antes de o artesanato entrar no vocabulário, existia o Blind Tiger, um dos OGs da cena da cerveja de Nova York”. O rascunho da lista é tão extenso quanto impressionante e apresenta favoritos difíceis de encontrar, como Kuhnhenn Lonnie Kuhnie.

# 3 The Brewer’s Art, Baltimore

Em 2008, a Esquire nomeou o The Brewer’s Art o "Melhor Bar da América". O bar em si tem dois andares dedicados ao amor pela cerveja, incluindo sua própria cerveja forte belga, uma favorita local chamada Ozzy.

# 2 Monk’s Café, Filadélfia

Monk's ama seus belgas, e isso fica evidente. Eles têm a melhor seleção de cervejas belgas na torneira da América. Tão bem, na verdade, que eles foram semifinalistas para o prêmio James Beard em 2013.

Escritório do Pai nº 1, Los Angeles

O Escritório do Pai foi nomeado em homenagem ao primeiro lugar em que o proprietário provou uma boa cerveja; agora é um ponto de encontro para os amantes da cerveja de todo o mundo. O bar foi fundado em 1953, adotou cervejas artesanais nos anos 70 e tem sido um criador de tendências na indústria desde então. (É também a casa de um dos hambúrgueres do Office, um dos hambúrgueres mais famosos da América, e com razão.)


Os melhores bares de cerveja de aeroporto da América

Nesta taverna, você pode desafiar o destino com um Edmund Fitzgerald, um porteiro maluco, negro como uma nuvem de tempestade, batizado em homenagem ao famoso navio naufragado. Ou, para o coração mais fraco, mas o paladar mais corajoso, um ardente Commodore Perry IPA, preparado em homenagem à Guerra de 1812 & # x27s Herói do Lago Erie.


As melhores cervejarias artesanais da América

Boulevard Brewing, Kansas City, MO

A maior estrela do momento no cenário americano de cervejas artesanais e atualmente a maior cervejaria especializada no meio-oeste, a Boulevard vem produzindo cervejas de alta qualidade desde 1989. A Tank 7 Farmhouse Ale carrega um status lendário entre os tapistas country & rsquos, graças aos seus nariz frutado, dominado por toranja, e seu final picante, porém seco. A cerveja irlandesa sazonal, com seis cevada torrada e maltes claros, também é uma estrela quando você pode encontrá-la, enquanto o Hoppy Wheat 80-Acre, um híbrido IPA e cerveja de trigo, é ótimo em uma garrafa, mas no seu melhor quando encontrado no rascunho. Outras gotas a serem observadas incluem o Long Strange Tripel encorpado e agridoce, o KC Pils e o Bully Porter.

Ballast Point, San Diego, CA

Ballast Point & rsquos O Big Eye IPA pode ser encontrado em lojas de bebidas em todo o país, mas não é o grande kahuna desta brilhante cervejaria de San Diego. Essa honra é compartilhada por um trio de cervejas sazonais que obtêm o maior tráfego no local: a enérgica e apimentada Habanero Sculpin IPA, a lupulosa Dorado Double IPA e a Madras curry & ndashboosted Indra Kunindra Curry Export Stout. Para algo um pouco mais simples, a clássica Longfin lager é uma das favoritas da Califórnia, assim como a Wahoo white e a pale ale original que deu início à empresa em 1996. Ballast Point também possui dois dos melhores tintos do país e mdashthe Piper Down Scottish Ale and the Tongue Buckler Imperial Red & mdashand nos últimos anos tem destilado bebidas alcoólicas de primeira linha e lançado uma mistura de Bloody Mary arrepiante.

Cervejaria Deschutes, Bend, OU

Nesta brilhante cervejaria de Portland, você encontrará nove cervejas o ano todo, com destaque para Chainbreaker White IPA, Cinder Cone Red, Deschutes River Ale e Pine Mountain Pilsner e mdas ao lado de uma variedade de cervejas sazonais, reservas e colaborações. É o último que você deseja colocar em suas mãos. Uma recente colaboração viu a equipe Deschutes com Chicago & rsquos Goose Island para criar a classe de & rsquo88 Belgian Style Ale, que apresentava uvas Michigan riesling e Oregon pinot noir envelhecidas com lúpulo de flores inteiras e malte pilsner em barris de Muscat.

Rahr & amp Sons, Fort Worth, TX

A popularidade dessa cervejaria e rsquos disparou nos últimos quatro anos, mas você provavelmente não notaria se não morasse no Texas: a cerveja Rahr e rsquos raramente é encontrada fora do estado de Lone Star. A cada ano, espere cerca de 20 cervejas da Rahr, incluindo destaques como a sempre popular Texas Red, Ugly Pug Dark Lager, Buffalo Butt Amber Lager, Stormcloud IPA e Rahr & rsquos Blonde. Na faixa sazonal, o Snowmageddon Oatmeal Stout presta homenagem ao colapso do telhado da grande cervejaria de 2010 (conforme descrito no rótulo), enquanto a La Grange Farmhouse Ale & mdashwith lúpulo Saaz & ndashdriven aromas de frutas torradas & mdashis um exemplo excepcional do Saison & ndashstyle americano em the & rsquos país. O Pecker Wrecker Imperial Pilsner também é um vencedor.

Brewery Ommegang, Cooperstown, NY

O Ommegang Hennepin Farmhouse Saison é um excelente exemplo de como os cervejeiros artesanais americanos continuam a produzir suas próprias versões dos estilos clássicos de cerveja, sem destruir a herança sobre a qual foram construídos. Esta cerveja é encorpada mas crocante, picante e refrescante. Outros destaques do estábulo regular Ommegang & rsquos incluem a Gnomegang (sim, com gnomos na garrafa) Blonde Ale, a Rare Vos Amber Ale, a Witte Wheat Ale, a Three Philosophers Quadrupel Ale e a Hope House no estilo belga Pale Ale. Anualmente, espere algumas cervejas de edição limitada desta pitoresca cervejaria do estado de Nova York.

Modern Times, San Diego, CA

Esta cervejaria com financiamento coletivo, fundada por Jacob McKean e mdashformerly de San Diego e rsquos famosa Stone Brewing & mdashcertainly está fermentando para o povo. Ao contrário de algumas outras cervejarias de San Diego, aqui a IPA não é o único rei: em vez disso, também trata de trigos, saisons, stouts e uma notável cerveja forte belga. A maior parte da variedade vem enlatada, mas não se esqueça de trazer o seu growler, porque Modern Times está no seu melhor em draft.

Sun King, Indianápolis, IN

Sun King diz que já produziu 173 cervejas diferentes em sua história, o que não é nada ruim para um pequeno produtor de Indianápolis. Suas três cervejas regulares & mdashSunlight Cream Ale, Wee Mac Scottish-Style Ale e Osiris Pale Ale & mdashintroduzem muitos bebedores do Meio-Oeste à sua cervejaria e, assim que provam, descobrem os melhores produtos de reserva, sazonais e especiais. Na lista sazonal, as coisas ficam estranhas com lançamentos como o Popcorn Pilsner, que tem a pipoca Riehle & rsquos Select cultivada em Indiana adicionada à receita de pilsner de estilo alemão da Sun King & rsquos. Depois, há a "Cream Dream Series", uma grande variedade de IPAs americanos centrados no lúpulo, com base no perfil do malte da cream ale da cervejaria.

Fotografia: Cortesia Creative Commons / Flickr / Christopher Murphy

Alamo Beer Company, San Antonio, TX

Na recém-inaugurada Alamo Beer Company, embaixo de uma ponte em um canto em rápida mutação e repleto de armazéns de San Antonio, você encontrará um pátio animado com bandas ao vivo, DJs, food trucks e uma sólida seleção de cervejas. A Golden Ale, crocante, saborosa e bem balanceada, é um dos melhores exemplos do gênero na América, você também pode esperar coisas boas da Amber Lager e da Pilsner.

Allagash Brewing Company, Portland, ME

Qualquer bar de cerveja artesanal decente na América vai ter o Allagash White na torneira ou pelo menos em uma garrafa. Esta brilhante versão do Maine para uma cerveja de trigo belga é carregada com uma mistura refinada de coentro e curac & # 807ao casca de laranja que desce incrivelmente suave. It & rsquos não é o único destaque que Allagash cria: tente colocar as mãos em seu saison encorpado, feito com lúpulo Tettnang, Bravo e Cascade, e seus lançamentos especiais, incluindo o Grand Cru, uma cerveja de inverno completa que apresenta turfe malte e é temperado com coentro, casca de laranja doce e erva-doce. A gama de edição limitada também vale a pena dar uma olhada.

Alaskan Brewing Company, Juneau, AK

Fique atento para a torneira de cerveja Polar Bear na próxima vez que você sair e mdashit anuncia uma das seis cervejas regulares produzidas pela equipe da Alaskan Brewing Company. O Alaskan White é um dos melhores witbiers que a América produz e se destaca ao lado da cervejaria & rsquos, o emblemático âmbar, um dry-hop IPA, um rico stout e um green American pale ale. Fique atento também ao Hopothermia, um IPA duplo que os cervejeiros dizem ser semelhante a um enorme urso pardo no inverno. "A cervejaria produz mais 18 drops sazonais e de edição limitada, e nossos favoritos incluem o Double Black IPA, Alaskan Birch Bock e Alaskan Imperial Red Ale, Pumpkin Porter, Troppelbock e o impetuoso Jalapeno Imperial IPA. Seu lançamento anual de primavera também é um vencedor: este ano, foi um biscoito de um amargo especial extra.

Fotografia: Cortesia Creative Commons / Flickr / Jessica Spengler


Melhores bares de cerveja da América

Poeta do século XX sobre o povo que Charles Bukowski escreveu uma vez, & ldquoFique com cerveja. A cerveja é sangue contínuo. Um amante contínuo. & Rdquo Não há necessidade de dizer isso duas vezes aos membros do Mug Club em seu homônimo mergulho em Boston, um dos melhores bares de cerveja da América.

Em todo o país, a cerveja artesanal está tendo um momento: BrewersAssociation.org relata que 700 cervejarias foram inauguradas em 2013. & ldquoO consumidor exigiu um produto de qualidade superior & rdquo disse o pioneiro da cerveja Dale Katechis, proprietário da Oskar Blues, a maior do país, produtor privado de cerveja artesanal. & ldquoEstávamos cansados ​​de ser alimentados à força. A vida é muito curta. & Rdquo

Mas junto com espumas realmente saborosas, onde estão os lugares de destaque para bebê-las?

Ao escolher as melhores cervejarias da América e rsquos, nos concentramos não apenas no número de torneiras e na exclusividade dos barris (além de extras como cardápios focados na cerveja e design pontual), mas também nos certificamos de que havia bartenders experientes para ajudá-lo a resolver suas saisons de suas stouts.

Na zona rural do Maine, Ebenezer & rsquos raros derramamentos belgas e improvisados ​​& ldquobeer museum & rdquo atraem peregrinos de todo o mundo, enquanto locais como Craft Pride em Austin, TX, e Tony & rsquos Darts Away em Burbank, CA, exibem, em vez disso, suas próprias cervejas regionais do estado e rsquos. Em Nova York, o Top Hops preenche a lacuna entre a cervejaria e o bar com 20 chopes para provar e quase 700 garrafas para levar para casa ou tampar na loja e mdasha dádiva de Deus para os novos na cerveja.

& ldquoCraft bares de cerveja estão crescendo com força & rdquo vibra Katechis. (Viva isso!) Seja um ícone de culto ou um destaque recém-inaugurado, aqui & rsquos onde levar seu geek de cerveja de costa a costa.


Rhode Island

Narragansett é um clássico da Nova Inglaterra! & mdash Foto cortesia de Narragansett Beer

Rhode Island tem apenas 37 milhas de largura e 48 milhas de comprimento e dentro dessas divisas está uma trilha de cerveja que cruza 22 cervejarias. Como pode um estado tão pequeno abalar tantas cervejarias? O estado tem uma longa história na fabricação de cerveja, começando com a Narragansett Brewing Company, fundada em 1890.

Mesmo que a Lei Seca e os regulamentos estaduais rígidos fossem um retrocesso, uma vez que as leis foram suspensas, os cervejeiros estavam ansiosos para voltar ao trabalho. Para experimentar as melhores cervejas que Rhode Island tem a oferecer, o Rhode Island Brewers Guild criou um passaporte de cervejaria para ajudar a orientar os viajantes em sua jornada.


Melhor luz: Miller Lite

  • Região: Wisconsin
  • ABV: 4.2%
  • Notas de degustação: Malte leve, suave, limpo

Em 1966, a cervejaria Rheingold lançou a primeira light lager da América, uma cerveja de 99 calorias chamada Gablinger's. Ele fracassou e a receita foi posteriormente vendida para a Miller Brewing. Eles reformularam a fórmula para criar o Miller Lite de 96 calorias, lançado em todo o país em 1975. Tornou-se um grande sucesso que tinha um gosto ótimo e era menos satisfatório. “Tem apenas o gosto da boa cerveja velha, exatamente o que você quer quando está esmagando cervejas light (ou light)”, diz Miyashiro.


Motivo do bloqueio: O acesso de sua área foi temporariamente limitado por razões de segurança.
Tempo: Ter, 25 de maio de 2021 0:48:27 GMT

Sobre Wordfence

Wordfence é um plugin de segurança instalado em mais de 3 milhões de sites WordPress. O proprietário deste site está usando o Wordfence para gerenciar o acesso ao site.

Você também pode ler a documentação para aprender sobre as ferramentas de bloqueio do Wordfence e # 039s ou visitar wordfence.com para saber mais sobre o Wordfence.

Gerado por Wordfence em Ter, 25 de maio de 2021 0:48:27 GMT.
Horário do seu computador:.


As 50 melhores cervejas da América

É a American Craft Beer Week, e que melhor maneira de comemorar do que dobrando o cotovelo com 50 das melhores cervejas deste grande país? Quer você seja um fã de decadentes stouts imperiais, azedas que fazem o bico ficar franzido, ou Indian Pale Ales florais, há algo para todos nesta lista. Sem nenhuma ordem específica, aqui estão nossas escolhas para estocar sua geladeira de cerveja:

1. BOMB !, 13% // PRAIRIE ARTISAN ALES, TULSA, OKLAHOMA

Prairie Artisan Ales

A principal stout imperial da Prairie é uma combinação potente de café, chocolate, chili ancho e grãos de baunilha que é surpreendentemente bebível para uma cerveja que chega a 13 por cento ABV. Os chili peppers dão-lhe o suficiente de uma queimadura picante que você não vai querer tomar uma garrafa inteira de um único gole, mas é tentador. Se você tiver muita sorte, encontrará uma das variantes limitadas de engarrafamento que Prairie ocasionalmente lança, como Christmas Bomb !, uma versão feita com canela, ou Pirate Bomb !, que foi envelhecida em barris de rum.

2. NARRADOR INCERTO, 7,5% // TRÊS FABRICANDO A FABRICAÇÃO, BROOKLYN, NOVA IORQUE

Threes Brewing

Com um narrador não confiável, você nunca sabe ao certo se está entendendo a verdade completa e nua e crua. Você pode contar com o Threes ’Unreliable Narrator para entregar consistentemente algo incrível sempre que a cervejaria do Brooklyn lançar uma lata: uma IPA que é suculenta e cheia de mamão e outros sabores de frutas tropicais.

3. HAZE, 8,2% // TREE HOUSE BREWING COMPANY, MONSON, MASSACHUSETTS

É difícil colocar as mãos na cerveja que sai daquela que deve ser a cervejaria mais badalada do país. Você tem que chegar cedo na cervejaria no oeste de Massachusetts, ficar na fila que se forma a cada dia e, com sorte, coletar algumas latas de cerveja preciosas ou um enchimento de rosca para seu trabalho. Tudo parece mais problemático do que vale a pena, até que você tome um gole da marca registrada da cervejaria IPAs nublados e suculentos. Então, de repente, faz muito sentido.

4. PORTEIRO DE CAFÉ DE MAPLE BACON, 6,4% // FUNKY BUDDHA BREWERY, OAKLAND PARK, FLÓRIDA

O nome não é propaganda enganosa. Você obtém um espectro completo de sabores de café da manhã em cada gole, com camadas distintas de café torrado, bordo doce e bacon defumado reunidos em uma experiência surpreendentemente perfeita. É um feito impressionante que é ainda mais memorável porque não é apenas uma cerveja inovadora onde um gole é suficiente. É tão delicioso que você pode facilmente desfrutar de uma cerveja, mesmo bem depois do café da manhã.

5. SPOTTED COW, 4,8% // NOVA GLARUS BREWING COMPANY, NEW GLARUS, WISCONSIN

New Glares Brewing Company

Não é a cerveja mais forte da lista. Não tem o rótulo mais chique. E definitivamente não é o mais amplamente disponível - você só pode escolher um em Wisconsin. Mas basta uma garrafa da "cerveja de casa de fazenda naturalmente turva" desta amada cervejaria local para ver por que os bebedores de Wisconsin juram Vaca Malhada. É leve, crocante, agradavelmente frutado e combina bem com tudo.

6. DAISY CUTTER PALE ALE, 5,2% // HALF ACRE BEER COMPANY, CHICAGO

Half Acre Beer Company

Não se deixe enganar pelas flores das icônicas latas de cerveja dos produtos básicos de Chicago. Esta Pale Ale embala mais um ponche de lúpulo aromático do que muitas Pale Ales da Índia, e seu final seco e agradável a torna infinitamente potável.

7. DINO S’MORES MARSHMALLOW IMPERIAL STOUT, 10,5% // FABRICAÇÃO SEM CORES, CHICAGO

M. Kiser / Good Beer Hunting

O que você ganha quando faz uma cerveja com penugem de marshmallow, vagem de baunilha, farinha integral, melaço e nibs de cacau? Uma maneira inteligente de desfrutar de um clássico de acampamento sem entrar em conflito com os códigos de incêndio ou acabar com os dedos pegajosos.

8. PHILADELPHIA PALE ALE, 4,6% // YARDS BREWING COMPANY, PHILADELPHIA

Yards Brewing Company

Procurando uma introdução ao mundo das Pale Ales? Não procure mais. Esta cerveja clássica da Filadélfia é lupulada sem ser excessivamente amarga, o que a torna a escolha acessível perfeita. É inegavelmente uma pale ale, mas em vez de lúpulos afiados, cada gole o recompensa com um agradável aroma de grapefruit e sabor com um final nítido.

9. TRÊS FILÓSOFOS, 9,7% // CERVEJEIRO OMMEGANG, COOPERSTOWN, NOVA YORK

Cervejaria Ommegang

Às vezes, os dois por cento extras fazem toda a diferença. O quádruplo de estilo belga de Ommegang representa 98 ​​por cento de cada lote de Três Filósofos. A magia está no toque final: a cervejaria então preenche a mistura com kriek belga. Pode soar como uma gota no balde, mas aquelas cerejas belgas brilham, dando-lhe um final rico e frutado que é perfeito tanto como uma bebida após o jantar ou como um companheiro para queijo e chocolate preto.

10. CAFÉ IMPERIAL DE ALTO WEST-IFIED STOUT, 12,2% // LAGUNITAS BREWING COMPANY, PETALUMA, CALIFORNIA

Lagunitas Brewing Company

Colocar uísque no café geralmente é uma receita para ideias ruins. Por outro lado, colocar seu café forte em barris de uísque é quase sempre uma boa ideia. O café forte da Lagunitas surge de um cochilo nos barris de bourbon e centeio da High West Distillery com um forte sabor de café torrado que combina perfeitamente com um chute de uísque no final.

11. PRIMA PILS, 5,3% // VICTORY BREWING CO., DOWNINGTOWN, PENSILVÂNIA

Victory Brewing Co.

Pilsners pode não atrair o maior hype geek da cerveja, mas um exemplo limpo e nítido com apenas um pouco de uma mordida de lúpulo floral no final pode ser o paraíso em um dia quente. Ou qualquer dia, realmente. Se você está procurando uma pilsner americana, não procure mais, pois a excelente versão do Victory sobre o estilo que é um pouco relvado, um pouco torrado e extremamente delicioso.

12. TENTAÇÃO, 7,5% // RUSSIAN RIVER BREWING COMPANY, SANTA ROSA, CALIFÓRNIA

Russian River Brewing Company

Graças à fermentação com leveduras selvagens e um período de envelhecimento em barris de chardonnay usados, a iconoclasta cerveja loira da Russian River não se parece com nada que você já tenha provado. A tentação bebe como uma mistura funky entre cerveja, queijo e um vinho branco seco. As garrafas podem ser difíceis de encontrar e são ainda mais difíceis de esquecer.

13. BLACK BUTTE PORTER, 5,2% // DESCHUTES BREWERY, BEND, OREGON

Cervejaria Deschutes

Os carregadores são perfeitos para aquelas noites em que você deseja algo escuro, torrado e robusto, mas não quer enfrentar o gigante de uma cerveja preta imperial. Eles não são muito melhores do que o carro-chefe de Deschutes, que oferece um sabor de chocolate terroso com apenas um pouco de café e um sabor suave de lúpulo de pinho.

14. COFFEE BENDER, 5,1% // SURLY BREWING CO., BROOKLYN CENTER, MINNESOTA

Surly Brewing Co.

Surly’s Bender é uma joia em si mesma, como uma cerveja marrom de aveia balanceada e potável, com uma sensação na boca de mastigar e agradável sabor de caramelo. Uma infusão de café guatemalteco transforma essa variante em algo ainda melhor: um sabor rico e aromático que parece a escolha perfeita para quem não consegue decidir se prefere uma cerveja ou um macchiato gelado.

15. LA FOLIE SOUR BROWN ALE, 7,0% // NOVA BÉLGICA BREWING COMPANY, FORT COLLINS, COLORADO

New Belgium Brewing Company

Até três anos de envelhecimento em grandes barris de carvalho conferem a esta brown ale um caráter todo próprio. É complexo e frutado, com notas de cereja se misturando com um toque azedo estimulante que lembra o vinagre de cidra de maçã. Nós sabemos: “Uma reminiscência de vinagre de cidra de maçã” não soa como um endosso sonoro, mas você tem que confiar em nós. Isto é. Quando seus sentidos tiverem processado totalmente um gole, você ficará surpreso com o quão crocante, seco e refrescante algo tão azedo pode ser.

16. PSEUDOSUE, 5,8% // TOPPLING GOLIATH BREWING CO., DECORAH, IOWA

Derrubando Goliath Brewing Co.

Quando você nomeia sua cerveja com o nome do famoso T. rex esqueleto no Field Museum de Chicago, é melhor ser agressivo. Felizmente para o Toppling Goliath, o pseudoSue faz jus ao seu nome ao oferecer uma onda agradavelmente dentuça de sabores de lúpulo Citra. O Field Museum aprova, e se você gosta de pale ales, você também vai gostar.

17. CASCADE SANG ROYAL, 9,35% // CASCADE BREWING, PORTLAND, OREGON

Cascade Brewing

A incrível sour red ale da Cascade envelhece por até 30 meses em barris de cabernet e porto com uvas cabernet. O resultado é um derramamento tânico e azedo que confunde a linha entre uma cerveja azeda e um vinho tinto tânico. Pegue alguns amigos e abra a rolha de uma garrafa de 750ml deste tesouro do Oregon.

18. DOIS HEARTED ALE, 7% // BELL'S BREWERY, COMSTOCK, MICHIGAN

Cervejaria Bell's

Mesmo se você tiver apenas um coração, este IPA excepcional irá conquistá-lo. Batizada com o nome de um rio na Península Superior de Michigan que é amado por pescadores com mosca, a notável pale ale da Bell é uma vitrine ideal para a magia floral e amarga o suficiente e as notas de toranja do lúpulo do centenário. É um forte candidato à coroa de "Melhor IPA americano com uma etiqueta com um peixe".

19. SCULPIN INDIA PALE ALE, 7% // BALLAST POINT BREWING COMPANY, SAN DIEGO, CALIFORNIA

Ballast Point Brewing Company

Então, novamente, o carro-chefe da Ballast Point, IPA, pode criar um caso forte e duvidoso. Seus sabores são um pouco mais frutados, com muita manga e mamão, e é tão fácil de beber quanto qualquer IPA que você encontrar. Garrafas de Ballast Point Variantes de Sculpin feitas com toranja, habanero e abacaxi, mas pelo nosso dinheiro, você não pode errar com o original.

20. SEIZOEN BRETTA, 8% // LOGSDON FARMHOUSE ALES, HOOD RIVER, OREGON

Historicamente, saisons eram cervejas leves e refrescantes, perfeitas para matar a sede dos trabalhadores agrícolas. Felizmente, você não precisa fazer uma mudança nos campos para desfrutar deste excelente exemplo de Logsdon do Oregon. A adição de levedura brettanomyces e um pouco de suco de pêra dá a Seizoen Bretta uma camada extra de complexidade funky que eleva o estilo a novas alturas.

21. BARREL AGED YETI IMPERIAL STOUT, 12,5% // GREAT DIVIDE BREWING CO., DENVER, COLORADO

Em 1959, a embaixada dos Estados Unidos em Katmandu emitiu um memorando descrevendo as autorizações e licenças que os caçadores americanos precisariam adquirir antes de perseguir o famoso criptídeo dentro das fronteiras do Nepal. Parece um monte de problemas. Se você é um grande fã, seu tempo seria melhor gasto caçando esta variante da nau capitânia do Great Divide. Ele acorda de sua hibernação em barris de uísque com um sabor revitalizado que possui baunilha, carvalho e bebida apenas o suficiente para que você saiba que não deve lutar contra ele.

22. WHITE RAJAH INDIA PALE ALE, 6,8% // THE BREW KETTLE, STRONGSVILLE, OHIO

Se você se encontrar na área metropolitana de Cleveland, quando sentir vontade de comer um IPA carregado de sabores de frutas tropicais e uma boa e prolongada mordida de lúpulo, vá ao Brew Kettle. Você não vai se arrepender.

23. BACKWOODS BASTARD, 11,2% // FUNDADORES BREWING CO., GRAND RAPIDS, MICHIGAN

Founders Brewing Co.

Você terá que esperar até o outono para rastrear esta cerveja escocesa envelhecida em barris de bourbon, mas valerá a pena. O sabor maltado e levemente esfumaçado da cerveja escocesa base se harmoniza com os sabores de baunilha e uísque para criar algo quase perfeito para passar uma noite fria dentro de casa ou em volta de uma fogueira. Você provavelmente não vai querer beber mais do que um por vez, mas vai realmente saborear aquele.

24. COCONUT HIWA PORTER, 6% // MAUI BREWING CO., KIHEI, HAWAII

Bryan Berkowitz

Sunny Hawaii pode não parecer o terreno fértil para um estilo robusto como o Porter, mas a adição de coco torrado a esta mistura produz um sabor que é carregado com chocolate, um pouco de café e coco apenas o suficiente para fazer cada gole parecer um minúsculo um pouco como férias tropicais.

25. MELANGE NO. 3, 16,3% // BRUERY, PLACENTIA, CALIFÓRNIA

The Bruery

O que acontece quando você mistura um vinho de trigo envelhecido em bourbon, uma imperial stout envelhecida em barril e uma cerveja velha em barril? Magia! Você precisará reunir alguns amigos para ajudá-lo a lidar com uma garrafa de 750 ml desta joia, mas as notas fortes de fudge, bourbon e ameixas irão agradar a qualquer público.

26. PORTEIRO BÁLTICO DE PATO-COELHO, 9% // CERVEJA DE CERVEJA DO ARTESANATO DE PATO-COELHO, FARMVILLE, CAROLINA DO NORTE

The Duck-Rabbit Craft Brewery

O "especialista em cerveja escura" da Carolina do Norte é ideia de um ex-professor de filosofia e carrega um nome inspirado no filósofo Ludwig Wittgenstein, então talvez estejamos predispostos a gostar de suas cervejas inteligentes. Mas mesmo se você deixar de lado seu pedigree acadêmico, as ofertas do Pato-Coelho são boas para comprar porque são muito saborosas. O Baltic Porter pode ser o seu melhor, uma vitrine de malte torrado, frutas escuras e bebida apenas o suficiente para animar uma noite fria.

27. GREAT LAKES ELIOT NESS AMBER LAGER, 6,1% // GREAT LAKES BREWING CO., CLEVELAND

A paisagem da cerveja artesanal está repleta de stouts agressivas, IPAs e cervejas ácidas. Embora sejamos claramente fãs desses estilos, às vezes você quer algo um pouco mais sutil. A refrescante lager dos Great Lakes é um pouco tostada e um pouco nojenta com um final limpo. É a dose perfeita para encerrar um longo dia lutando contra contrabandistas.

28. RAMSTEIN WINTER WHEAT, 9,5% // HIGH POINT BREWING COMPANY, BUTLER, NEW JERSEY

Cervejaria High Point

É fácil pensar nas cervejas de trigo como refrescantes de verão que matam a sede, mas a temporada de inverno do Ramstein mostra o quão complexa e escura a cerveja de trigo pode ser. Este poderoso weizenbock serve marrom-cola e é carregado com sabores de chocolate, frutas escuras e caramelo. Você nunca mais vai olhar para a cerveja de trigo da mesma forma depois do primeiro gole.

29. MARCA BOURBON COUNTY STOUT, 13,80% // GOOSE ISLAND BEER CO., CHICAGO

Goose Island Beer Co.

O envelhecimento de uma cerveja preta imperial em barris que antes continham uísque pode resultar em uma cerveja que é maior do que a soma de suas partes. Goose Island foi a pioneira em cervejas envelhecidas em barris no início dos anos 1990 e, embora a cervejaria possa não ser mais independente, ainda vale a pena conhecer sua principal cerveja preta. Melhor ainda, melhora e suaviza com o tempo, então guarde uma segunda garrafa em um lugar fresco e escuro para desfrutar em alguns anos.

30. SAMUEL ADAMS UTOPIAS, 28% // BOSTON BEER COMPANY, BOSTON

Boston Beer Company

Uma garrafa de Utopias chega a 28% de álcool por volume e pode custar mais de US $ 200, se você conseguir encontrar um. A cerveja viscosa no interior passou até 22 anos envelhecendo cuidadosamente em bourbon, Madeira, conhaque, Armagnac e outros barris de vinho e destilados antes de ser cuidadosamente misturada. Tudo soa excessivo até você sentir o gosto. Então faz todo o sentido.

31. TROEGENADOR DOUBLE BOCK, 8,2% // TROEGS BREWING INDEPENDENT, HERSHEY, PENSILVÂNIA

Troegs Independent Brewing

Como estilo, o doppelbock tem suas raízes nos monges alemães que usavam as cervejas maltadas e doces para seu sustento durante o jejum da Quaresma. Felizmente, hoje não temos que esperar pela Quaresma. Podemos içar um sempre que quisermos desfrutar de seus ricos sabores de frutas escuras e caramelo. Combine este clássico da Pensilvânia com carne assada ou defumada para uma combinação divina que deixaria qualquer monge do século 17 com inveja.

32. DAS WUNDERKIND !, 4,5% // JESTER KING BREWERY, AUSTIN, TEXAS

Tyler Malone / o segundo atirador

Ácido, seco e extremamente bebível, este Jester King saison é uma mistura de cerveja azeda que foi envelhecida em barris de carvalho com culturas bacterianas e cerveja fresca. A mistura resultante é a bebida perfeita para aliviar o calor do Texas ou onde quer que você abra a tampa. E se você não consegue encontrar esta garrafa em particular, você não pode errar com qualquer outra casa de fazenda do Jester King e cervejas selvagens.

33. PARADA IMPERIAL DE HUNAHPU, 10,2% // CIDADE DE FABRICAÇÃO DE CIGARROS, TAMPA, FLÓRIDA

Fabricação de cerveja na cidade de charutos

Em teoria, uma cerveja preta envelhecida com grãos de baunilha, nibs de cacau, canela e dois tipos de pimenta parece um pesadelo conceitual de sabores conflitantes. Na prática, é uma experiência memoravelmente decadente e complexa, como uma excelente cerveja preta cruzada com o melhor chocolate quente mexicano que você já provou. É lançado apenas uma vez por ano, mas a combinação sublime de chocolate e especiarias vale uma viagem para Tampa.

34. GOSE GONE WILD, 4,3% // STILLWATER ARTISANAL, BALTIMORE, MARYLAND

Brooklyn Brew Shop

Procurando uma cerveja refrescante de verão que não seja outra light lager ou loira ale? É hora de você entrar no gose, um estilo ligeiramente azedo, ligeiramente salgado e ligeiramente picante que se originou na cidade alemã de Leipzig. A versão de Stillwater apresenta leveduras selvagens para uma abordagem mais funk do estilo que ainda é perfeito para um dia quente de verão.

35. ZOMBIE DUST, 6,2% // 3 FLOYDS BREWING CO, MUNSTER, INDIANA

Zombie Dust não é a cerveja pálida com mais lúpulo. Não é o mais amargo e não se empanturra com os sabores de frutas mais suculentos. Nada disso importa - ainda é a melhor pale ale que você pode usar. O nariz é repleto de incríveis frutas cítricas de laranja e tangerina, e cada gole oferece uma master class sobre como celebrar o lúpulo sem sobrecarregar o paladar. Pode ser difícil rastrear uma garrafa, mas mesmo se você tivesse que lutar contra um zumbi de verdade para conseguir um pacote de seis, valeria a pena.

36. MÃE DE TODAS AS TEMPESTADE, 14% // PELICAN BREWING, PACIFIC CITY, OREGON

A cervejaria Pelican’s English barleywine da Coastal Oregon, Stormwatcher’s Winterfest, é uma cerveja excelente que oferece uma versão maltada e frutada de um poderoso estilo inglês. Depois de passar um ano em barris de bourbon, ele surge como uma versão robusta e impetuosa de si mesmo com o volume aumentado para 11. Os sabores clássicos de caramelo e caramelo inglês ainda estão lá, mas as notas de carvalho e baunilha que escorregam do envelhecimento em barril processo faz da Mãe de Todas as Tempestades uma cerveja memorável que vale a pena procurar.

37. NARRAGANSETT LAGER, 5% // NARRAGANSETT BREWING CO, PAWTUCKET, RHODE ISLAND

Narragansett Brewing Co

Muitas das grandes cervejarias desta lista têm apenas alguns anos. On the other end of the spectrum is Rhode Island stalwart Narragansett, which traces its heritage all the way back to 1890. Although the brewery cranks out a variety of styles, including a line of H.P. Lovecraft-inspired limited releases with horror themes, its classic lager is a staple of fridges throughout the Northeast. It’s tough to beat a cooler full of pint cans of this clean-finishing lager at a campout, picnic, or barbecue.

38. ALLAGASH COOLSHIP RESURGAM, 6.3% // ALLAGASH BREWING COMPANY, PORTLAND, MAINE

Allagash Brewing Company

The brewery’s flagship Allagash White, a pitch-perfect rendition of a Belgian witbier, is widely available and a solid pick. But if you’re willing to put in some legwork, take the time to hunt down a bottle of Coolship Resurgam, a tart, funky ale created using traditional Belgian spontaneous fermentation methods. The brewery uses a huge shallow tub known as a “coolship” to expose unfermented beer to the air overnight. As the beer cools, the natural bacteria in the air enters the brew, which then spends up to three years fermenting in wine barrels. When it emerges, the beer is tart, with notes of peach, apricot, and apple leading into a dry finish.

39. BIGFOOT BARLEYWINE-STYLE ALE, 9.6% // SIERRA NEVADA BREWING CO., CHICO, CALIFORNIA

Sierra Nevada Brewing Co.

This aggressively hopped barleywine has been a staple of Sierra Nevada’s portfolio since 1983, and it only gets better with age. When fresh, it’s almost punishingly bitter, but there’s enough of a chewy malt backbone to make it an enjoyable sipper. Bigfoot really starts to shine with a few years on it, though. If you can stash a bottle somewhere dark and cool, those piney hops will gradually take a backseat to those malts, and the resulting pour will develop complex flavors of sherry, spice cake, caramel, and dark fruits. Sneak a few bottles into the basement and check back in 2022—you’ll be glad you did.

40. SOUTHERN PECAN NUT BROWN ALE, 4.39% // LAZY MAGNOLIA BREWING COMPANY, KILN, MISSISSIPPI

Lazy Magnolia Brewing Company

Lots of brewers make brown ales that showcase nutty flavors. Lazy Magnolia does them one better by brewing what it calls “the first beer in the world, to our knowledge, made with whole roasted pecans.” Tossing the quintessentially Southern nut into the recipe may sound like a gimmick, but the addition imparts a deep, nutty flavor that really rounds out the slightly sweet brown ale. You won’t mistake it for pecan pie, but you’ll still want to go back for seconds.

41. OLD CHUB, 8% // OSKAR BLUES BREWERY, LONGMONT, COLORADO

Oskar Blues Brewery

When you need a break from huge hop flavors, a good Scotch ale is just the ticket. And Oskar Blues’ staple Old Chub is a very good Scotch ale. It’s malty and smoky without being overwhelming, sweet and chewy without being cloying. Pair it with rich, roasted foods and doff your cap to the brilliant Scotsmen who pioneered this beautiful style.

42. HEADY TOPPER, 8% // THE ALCHEMIST, WATERBURY, VERMONT

You can’t look at many “World’s Best Beer” lists without seeing the iconic imperial IPA from Vermont’s the Alchemist. With so much buzz surrounding the silver-and-black pint cans, can the beer inside possibly live up to the hype? Pode apostar. If anything, Heady Topper exceeds most reasonable expectations. It’s a dank, piney hop bomb that doesn’t feel gratuitously bitter. It packs quite a punch without feeling boozy. And for such a celebrated IPA, it’s surprisingly balanced. If you only drive to small-town Vermont for one beer, make it this one.

43. EVERETT, 7.5% // HILL FARMSTEAD BREWERY, GREENSBORO, VERMONT

However, if you have time to make a second beer pilgrimage on your swing through Vermont, you can’t miss the just-as-celebrated, just-as-tasty wares of nearby Hill Farmstead. The farm brewery has mastered everything from IPAs to saisons to wild ales to imperial stouts, but for our money, their chocolate-and-coffee-laden porter is the standout.

44. TERRAPIN MOO-HOO CHOCOLATE MILK STOUT, 6% // TERRAPIN BEER CO., ATHENS, GEORGIA

Terrapin Beer Co.

Adult life is tragically short on moments in which it’s socially acceptable to gulp down a glass of chocolate milk. Terrapin’s winter seasonal may not quite scratch your childhood dairy yearnings, but it’s the next best thing. There’s just enough chocolate to really round out the classic sweetness of a milk stout, and although you won’t want to dunk a cookie in it, you’ll probably want to order a second round.

45. KUHNHENN RASPBERRY EISBOCK, 15.5% // KUHNHENN BREWING CO., WARREN, MICHIGAN

Kuhnhenn’s website classifies this highly sought-after rarity as an “experimental high-gravity fruit beer,” but we’re content just to call it delicious. A recipe that includes fresh raspberries and raspberry juice yields a beer that’s syrupy, sweet, strong, and incredibly complex without being cloying. Each sip feels like it’s straddling the line between beer and raspberry cordial, so if you’re a raspberry fan, this is one you won’t want to miss.

46. MIDAS TOUCH, 9% // DOGFISH HEAD CRAFT BREWERY, MILTON, DELAWARE

Dogfish Head Craft Brewery

Developing a good beer recipe can take time. In this case, the timeline ran to 2700 years. Dogfish Head partnered with molecular archaeologist Patrick McGovern of the University of Pennsylvania to brew this beer based on findings from a Turkish tomb that dates back to around 700 BCE. The tomb is thought to have contained the historical King Midas or his father. The archaeological evidence gave rise to a beer that drinks like a sweet hybrid of beer, mead, and white wine. It may not give you the golden touch, but you’ll still feel like a king after a glass.

47. DOUBLE DRY HOPPED DOUBLE MOSAIC DREAM, 8.5% // OTHER HALF BREWING CO., BROOKLYN, NEW YORK

Brooklyn’s Other Half may only be three years old, but the small brewery near the Gowanus Canal cranks out a dizzying array of top-notch IPAs. Even though the brewery’s offerings rotate on a near-weekly basis, the double-dry-hopped variant of its Mosaic-hopped imperial IPA has already become a standby, and for good reason. The addition of lupulin powder to the recipe elevates an already great beer into something even better, with lots of mango and pineapple flavors bursting through.

48. RUMPKIN, 17.5% // AVERY BREWING CO., DENVER

Avery Brewing Co.

Many brewers create a fall seasonal that tastes less like a pumpkin beer and more like pumpkin pie spices dumped into a beer. Avery takes a better approach, using roasted local pumpkins, nutmeg, cinnamon, and ginger to create a pumpkin brew, then aging it in rum barrels. The sweet, oaky flavors of the rum barrel are the perfect complement to the pumpkin and spice, resulting in an extremely potent beer that’s perfect for autumn sipping.

49. BLACKBERRY, 6% // UPLAND BREWING COMPANY, BLOOMINGTON, INDIANA

Upland Brewing Co.

Indiana and Belgium don’t have a lot in common at first glance, but the Hoosier State’s Upland Brewing crafts sour, wood-aged fruit ales that would make many Belgian lambic brewers jealous. Upland has created exotic fruit sours using offbeat ingredients like kiwi and persimmon, but our favorite is the one made with whole local blackberries. The purple, tart beer is perfect for those days when you need a sour, fruity beer but don’t want to trek all the way to Brussels.

50. PM DAWN, 9% // TRILLIUM BREWING COMPANY, BOSTON

Trillium Brewing Co.

Not just any brewery can make a stout infused with cold-brewed coffee and have it come out tasting like the beer version of a café mocha. Even fewer can make a stout that shares its name with a beloved musical act and have it live up to expectations. Luckily for us, Boston’s Trillium Brewing is up to the task. It will only take one glass for you to feel like you’ve been set adrift on memory bliss.


America’s Best Craft Beer Bars (Slideshow) - Recipes

Style: English Pale Ale
ABV: 5.4%
Average Price: $10, 6-pack

This throwback recipe harnesses the ingenuity of America’s biggest craft brewer and melds it with English brewing. The beer has a solid malt base that’s amped up with English East Kent Goldings and Fuggles hops. The brew is then aged in cool temperatures to really smooth out the flavor notes.

Tasting Notes:

This is a pretty solid autumn beer in our estimation. The mild malt provides a base for spicy and earthy hoppiness. The bitterness is drawn waaaaay back and allows for the caramel aspects of the malt to peek in through the well-rounded body of the beer.

9. The Alchemist Heady Topper

Style: New England IPA
ABV: 8%
Average Price: $18.99, 4-pack

This is one of the signature beers of the NEIPA hop-bomb movement. It’s been hyped by the highest echelons of the craft beer world.

Does it live up to that hype? No. Nothing can.

This is just a damn-fine beer that’s delicious to drink… E se you love heavy doses of dank hops.

Tasting Notes:

This sipper opens with a rush of dank resinous notes with a grassy and floral nature. The taste delivers on those notes with an almost hash oil dankness next to a dry fizzy nature and the distant echo of what were once malts. While this is classified as a NEIPA, it’s not juicy really. It’s way more like a classic West Coast IPA these days, with thorough pine resin and cannabis floral dankness running from beginning to end.

8. North Coast Brewing Co. Old Rasputin

Style: Russian Imperial Stout
ABV: 9%
Average Price: $10.99, 4-pack

This is a classic beer all-around and the most expensive on the list (but only slightly more expensive than the others). It’s been winning awards for decades. It’s also the perfect rainy day accompaniment for this time of year. The hefty ABVs help to take the edge off as well. You can’t go wrong with a bottle or two of this dark stuff.

Tasting Notes:

Deeply roasted cacao nibs meet chocolate malts with a fatty nutty edge. A bit of whiskey vanilla and barrel must arrive on the palate with a sense of spice and more of those chocolatey malts. The bitterness of the dark chocolate moves towards a subtle pine resin dankness at the end.

7. Sierra Nevada Torpedo Extra IPA

Style: American IPA
ABV: 7.2%
Average Price: $10.49, 6-pack

This is a quintessential West Coast IPA. The hops are on full display in this beer. But it’s still Sierra Nevada and they know how to balance a beer perfectly between its malty base and hoppy body.

Tasting Notes:

Bright hops greet you with a lean in from mild pine heading toward lemon citrus. That citrus carries through on the palate as a hint of juicy fruit arrives in the background along with a caramel malt backbone. The bright, floral, piney, and juicy hop nature never overpowers as the dry end of this beer arrives and refreshes you to your core.

6. Arrogant Bastard Ale

Style: American Strong Ale
ABV: 7.2%
Average Price: $12.99, 6-pack

Arrogant Bastard from Stone Brewing out in San Diego was a powerhouse in the late 1990s. The beer still satisfies as a reminder to headier times when big, bold hoppy notes were considered “outsider” on the national stage (not that other microbrewers weren’t doing that already for a while).

Tasting Notes:

There’s a sweet maltiness that’s overcome by grassy hops. The dankness is apparent and marries the almost nutty sweetness of the malty underbelly. The sip meanders through citrus, more grassy notes, almost toffee-like maltiness, with a flutter of spice by the end.

5. Dogfish Head 90 Minute IPA

Style: IPA imperial
ABV: 9%
Average Price: $15.29, 6-pack

This beer’s brewing process makes it unique. The brewers continuously add hops for 90 minutes during the brew to layer in a serious amount of hoppy depth. The keyword there is “layer.” While a lot of hops are used in this process, it doesn’t overpower the malty base of the beer and creates a textured experience in the beer’s body.

Tasting Notes:

The bready and caramel malts come through in tandem with the equal parts piney and citrusy hops. The taste delivers on those promises with the addition of Christmas cakes full of candied fruit, rum, and spices. The bitterness is dialed in with a nice cut of citrus that mellows the whole sip out.

4. Anchor Steam

Style: California Common
ABV: 4.9%
Average Price: $10.99, 6-pack

Anchor Steam is one of the most unique beers on this list. The brew is a hybrid of lager and ale. The beer is made with cold lager yeasts that are fermented with malts at warm ale-like temperatures. It’s made in shallow, open-topped fermenters, which allows the yeast to work faster and the mix to cool more quickly.

Tasting Notes:

The beer presents you with a nose full of roasted and slightly caramel malts with a bready nature next to a wisp of floral hops. The palate carries on with the malts edging towards a toffee sweetness as the hops linger in the background with a slight pine bitterness.

The sip ends dry, full-bodied, and crisp.

3. Alaskan Amber

Style: Altbier
ABV: 5.3%
Average Price: $9.46, 6-pack

This easy-drinking Altbier — an old German brown ale from the Düsseldorf area — is another perfect rainy day beer to have a six-pack of in the fridge. The beer is all about the malt that’s slow-fermented at cooler temperatures (compared to most ales, that is). All of that makes for a quaffable ale worth trying the next time you’re west of the Mississippi.

Tasting Notes:

Does the Alaskan glacial water come out in the body of this beer? We’d like to think so. The brew really revels in the caramel roasted malts on the nose and in the taste. The hoppiness is there, but more of a floral and resiny accent than the main attraction.

The sip is light-hearted, full-spirited, and damn f*cking tasty.

2. New Belgium Fat Tire

Style: American Red Ale
ABV: 5.2%
Average Price: $10.49, 6-pack

This amber ale put New Belgium on the craft beer map back in the day. The brew utilizes Pale, C-80, Munich, and Victory alongside Willamette, Goldings, and Nugget hops that are balanced just right. This Colorado brew is an easy-drinking beer that’s also really easy to find these days. Those are wins.

Tasting Notes:

There’s a buttered and honey-dripping biscuit maltiness up top with a note of green apple tartness and grassy hops. Those sweetened malts are what shine the brightest on the tongue as the hops pop in with floral bitterness.

The sip’s dry fizziness keeps things squarely in the “refreshing” category while still feeling bold.

1. Samuel Adams Boston Lager

Style: Vienna Lager
ABV: 5%
Average Price: $17.69, 12-pack

This really is the grand-parent of most craft beer these days. The lager launched back in 1984 and has become the cornerstone of both craft brewing, corner liquor stores, and airport bars worldwide. The actual beer marries American malts with German hops, specifically grown in Bavaria for Samuel Adams.

Tasting Notes:

Caramel malts greet you with a whisper of those floral Bavarian hops. The sweet malts mingle with a bit of grain and citrus as the hops ebb and flow in the background. The end is dry and refreshing with the caramel malts taking back center stage.


Assista o vídeo: 5 Cervejas que mais gosto - Nacionais e importadas, Artesanal, IPAs, Belgians, Porters (Agosto 2022).