Receitas de coquetéis, destilados e bares locais

McDonald’s testa o conceito de ‘Build-Your-Own-Burger’

McDonald’s testa o conceito de ‘Build-Your-Own-Burger’


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Esses hambúrgueres premium não são um quarto de libra comum

Hambúrgueres personalizáveis ​​estão sendo testados nas lojas do McDonald's na Califórnia e em Illinois.

O McDonald’s está adotando a ideia de customização para seus hambúrgueres.

Locais no sul da Califórnia e Illinois têm testado um novo conceito de fazer seus próprios hambúrgueres, onde os clientes podem selecionar ingredientes de um menu baseado em iPad, de acordo com Orange County Register.

Mais de 20 coberturas e molhos são oferecidos, incluindo guacamole, cebola caramelizada, bacon defumado Applewood e molho cremoso de alho, todos servidos em um hambúrguer grelhado no carvão.

Há também três hambúrgueres especiais com ingredientes definidos: os hambúrgueres SoCal, Hot All Over e Grill Thriller.

O SoCal tem queijo cheddar branco, tiras de tortilla de lima e pimenta, tomate, alface e molho de alho; Hot All Over tem queijo pepper jack, jalapeños fatiados, alface, tomate e maionese picante; O Grill Thriller tem bacon defumado Applewood, queijo cheddar branco, cebola caramelizada, cogumelos e molho barbecue.

Todos os hambúrgueres são servidos à vista em uma cesta de alumínio e custam US $ 5,79 no varejo.

Com lugares como Chipotle e Subway, que permitem que os clientes escolham os tipos de ingredientes que vão para seu sanduíche ou burrito, não é surpresa que o McDonald's pareça estar pegando essa tendência. Lanchonetes como o Five Guys oferecem hambúrgueres personalizados e provaram ser bem-sucedidos. Este é definitivamente um visual diferente para o McDonald’s e parece que poderia funcionar.


Compartilhado Todas as opções de compartilhamento para: Quiosques do McDonald's Create-Your-Taste chegaram à cidade de Nova York no intestino

Em meio à queda nas vendas e à competição acirrada, o McDonald's continua a lançar novas iniciativas na esperança de recuperar a popularidade com o público americano (e internacional). Uma de suas mais recentes acrobacias é um novo quiosque de hambúrguer - um display digital que a empresa chama de Create Your Taste - que permite ao cliente escolher entre dezenas de ingredientes e centenas de combinações. É um exagero para uma marca que foi fundada em um menu simplificado e fácil de servir, mas uma resposta essencial aos clamores dos consumidores por variedade e escolha.

O quiosque Create Your Taste foi lançado nas lojas do McDonald's na Austrália em setembro passado. Depois de algum sucesso, o programa se espalhou para 2.000 locais nos EUA (principalmente no sul da Califórnia) em dezembro. Hoje, um quiosque foi inaugurado em um local movimentado na cidade de Nova York, na Third Avenue perto da 58th Street. A AP relata que o quiosque é fácil de usar: depois de fazer um pedido, os clientes pegam um número em uma bandeja próxima e, quando o hambúrguer está pronto, um funcionário do McDonald's traz o hambúrguer para a mesa.

O fato de os consumidores não serem obrigados a se aproximar do balcão para pegar seus alimentos - e que não estejam prontos imediatamente após o pedido ser feito - é uma ruptura importante com o modelo de serviço de fast food. Com o Create Your Taste, o McDonald's está pegando emprestado um grande aspecto do setor de serviços casuais rápidos, fazendo com que um funcionário se afaste de seu posto no caixa para entregar a comida à mesa. O hambúrguer é servido à vista e as batatas fritas vêm em uma pequena cesta de metal em vez da icônica caixa de papel vermelha do McDonald's - claramente outra jogada para aumentar a percepção de qualidade.

Mas será que os nova-iorquinos - geralmente consumidores inconstantes com pouco tempo e milhares de opções gastronômicas ao seu alcance - abraçarão a nova tecnologia? E isso os levará a comer no McDonald's com mais frequência? O mercado da cidade de Nova York pode ser um verdadeiro teste do sucesso desse único produto e, embora certamente não vá fazer ou quebrar o plano de marketing e alcance do consumidor do McDonald's, pode determinar se o McDonald's vai ou não trazer o Create Your Taste para outro principais áreas metropolitanas.

Como a AP observa no vídeo abaixo, com o McDonald's perdendo clientes e fechando lojas, “ele precisa fazer algo diferente”. Oferecer mais opções faz parte da solução que o McDonald's busca? O novo CEO da empresa, Steve Easterbrook, disse recentemente a analistas de Wall Street: "Não há solução mágica, nenhuma mudança que transformará um negócio que está em declínio há quase três anos." Veja o segmento completo abaixo:


McDonald's expande teste de fazer seu próprio hambúrguer buscando crescimento

A experiência da cDonald & # 39s Corp. & # 39s construa seu próprio hambúrguer, em andamento em quatro restaurantes do sul da Califórnia, pode estar chegando a muitos outros locais, enquanto a rede tenta se recuperar da pior queda nas vendas em uma década.

O teste, que permite aos clientes escolher coberturas de hambúrguer como jalapenos e tiras de tortilla em uma tela sensível ao toque, será levado a outros mercados dependendo de como o teste for, disse Lisa McComb, porta-voz do McDonald & # 39s. O programa começou no final do ano passado em um restaurante em Orange County e depois se expandiu para mais três McDonald & # 39s em agosto.

A maior rede de hambúrgueres do mundo, que por anos evitou a customização em favor da velocidade e eficiência, agora está tentando alcançar os restaurantes fast-casual. A geração do milênio está migrando para lugares como Chipotle Mexican Grill e Potbelly em busca de ingredientes frescos e a capacidade de ditar seus pedidos. As vendas nas mesmas lojas do McDonald's caíram 0,2 por cento no ano passado nos Estados Unidos, enquanto aumentaram 5,6 por cento na Chipotle e 1,5 por cento na rede de sanduíches Potbelly.

"As vendas do McDonald's estão diminuindo, então eles estão procurando outra maneira de gerar receitas e alcançar um público diferente", disse Joel Cohen, presidente do Cohen Restaurant Marketing Group em Raleigh, N.C.

O McDonald & # 39s registrou este mês sua pior queda nas vendas mensais das mesmas lojas desde 2003, prejudicada pela demanda lenta nos EUA, bem como um susto de segurança alimentar em um fornecedor na China. As vendas nas lojas abertas há pelo menos 13 meses caíram 3,7 por cento em agosto, disse a empresa com sede em Oak Brook, Illinois, em um comunicado. Os analistas estimaram uma queda de 3,1 por cento.

Embora o programa de fabricação de hambúrgueres possa ampliar o apelo do McDonald & # 39s, a rede também corre o risco de desligar os clientes fiéis se demorar muito para preparar uma refeição, disse Cohen.

"Estou apenas me perguntando se eles estão se esquecendo de seus pontos fortes, que são velocidade e conveniência", disse ele. "O que vai demorar muito quando você personaliza um hambúrguer e isso vai incomodar muitos clientes?"


McDonald & # x27s para expandir & # x27construa seu próprio hambúrguer & teste # x27

O McDonald & # x27s planeja expandir um teste este ano que permite que as pessoas peçam hambúrgueres personalizados.

A maior rede de hambúrgueres do mundo começou a testar as águas dos pedidos personalizados no ano passado com um conceito de & quotconstrua seu próprio hambúrguer & quot em um local na Califórnia. Além do menu tradicional, o restaurante em Laguna Niguel oferece tabletes nos quais as pessoas podem bater o pão, o hambúrguer, o queijo e as coberturas que quiserem nos hambúrgueres.

Kevin Newell, diretor de marca e estratégia da McDonald & # x27s nos Estados Unidos, disse em uma entrevista que a oferta é um fator & quot; quothuge & quot. Sem fornecer números específicos sobre o impacto nas vendas, ele disse que & # x27s está atraindo um tipo diferente de cliente e mais de um multidão na hora do jantar.

O objetivo do teste expandido é obter mais dados, disse Newell.

"Será" mais de cinco, menos de cem ", disse ele quando questionado sobre quantos restaurantes estariam testando o menu, seguindo a prática da empresa de manter os testes planejados sob sigilo. Mas ele disse que os locais adicionais também serão no sul da Califórnia.

O teste reflete o esforço do McDonald & # x27s para se adaptar à tendência crescente de personalização na indústria de fast-food. A popularidade do Chipotle e do Subway, por exemplo, deve-se em grande parte ao fato de que as pessoas podem ditar exatamente o que querem em seus burritos e sanduíches.

Com o McDonald & # x27s, em contraste, muitas pessoas sabem exatamente o que & # x27s devem servir em seus famosos hambúrgueres e sanduíches. Um jingle de anúncio explicou uma vez a composição de um Big Mac— & quottwo hambúrgueres, molho especial, alface, queijo, picles e cebola em um pão de gergelim. & Quot

Agora, no entanto, os executivos em Oak Brook, Illinois, estão tentando mudar a percepção de que as pessoas não podem personalizar seus pedidos no McDonald's.

Além do teste & quotconstrua seu próprio hambúrguer & quot, por exemplo, a rede está lançando novas mesas de preparação nas cozinhas de seus mais de 14.000 restaurantes nos EUA. A mesa foi construída para acomodar muito mais coberturas e temperos do que o McDonald & # x27s oferece atualmente, sugerindo que a empresa tem planos de expandir sua linha de ingredientes. Por exemplo, as pessoas podem pedir jalapenos ou salsa em seus hambúrgueres ou sanduíches em algum momento.

Obviamente, os primeiros sinais de promessa para o teste & quotconstrua seu próprio hambúrguer & quot na Califórnia estão longe de ser uma garantia de um sucesso mais amplo. Pode ser que as pessoas sejam atraídas apenas pela novidade inicial do teste. A rede também já fez ajustes no teste, como cozinhar seus Quarter Pounders em uma grelha plana em vez de grelhar no carvão.

Também não está claro se o McDonald & # x27s seria capaz de traduzir o conceito em sua ampla rede de restaurantes, em parte porque requer uma churrasqueira separada na cozinha, onde os hambúrgueres personalizados são preparados de forma mais lenta.

"Precisamos descobrir, podemos fazer isso operacionalmente?", observou Newell.


O concurso do McDonald's permite que os clientes criem seus próprios hambúrgueres

Você poderia comer algo chamado hambúrguer "Chicago Woozy", servido em um pão pretzel com rissóis de carne de um quarto de libra, batatas fritas, bacon defumado, molho cremoso de alho, molho tártaro, cogumelos, tomates, cebolas grelhadas, queijo suíço e queijo parmesão raspado?

O McDonald's, procurando aumentar suas vendas, está em busca de um hambúrguer icônico para a área de Chicago e está solicitando receitas do público para seu concurso Burger Build Off.

Então, coloque seu chapéu de chef e faça seus hambúrgueres no BurgerBuildOff.com até 23 de agosto.

Existem inúmeras combinações. Escolha entre oito tipos de pãezinhos, de ciabatta a pretzel. Faça uma pilha dupla ou tripla de hambúrguer. Você usaria um molho especial? Talvez um hambúrguer de couve saudável? Vá além das típicas fatias de queijo americano e cheddar e salpique com queijo feta ou parmesão raspado. Adicione bacon defumado de macieira ou tiras de tortilha de limão e pimenta. Regue com um glacê de coentro e limão ou molho picante de búfala. Claro, cubra com ingredientes mais saudáveis, como fatias de maçã, se você realmente quiser.

Crie quantos combos de hambúrguer desejar, mas você só pode votar em um hambúrguer por dia. Chefs profissionais ou trabalhadores que ganham a vida no negócio de preparação de alimentos durante os últimos dois anos não podem participar do concurso.

A votação vai de 24 de agosto a 13 de setembro. Apenas 10 finalistas irão para a cozinha do chef do McDonald's em Oak Brook para refinar suas receitas e apresentar seus hambúrgueres a um painel que julgará pelo sabor, textura, cheiro, apelo, aparência, tamanho, como é fácil ou difícil de preparar e como se encaixará no processo de cozinha do McDonald's.


McDonald's vai expandir o teste 'faça seu próprio hambúrguer'

OAK BROOK, Illinois (AP) - O McDonald's planeja expandir um teste este ano que permite que as pessoas peçam hambúrgueres personalizados.

A maior rede de hambúrgueres do mundo começou a testar as águas dos pedidos personalizados no ano passado com o conceito de "faça seu próprio hambúrguer" em um local na Califórnia. Além do menu tradicional, o restaurante em Laguna Niguel oferece tabletes nos quais as pessoas podem bater o pão, o hambúrguer, o queijo e as coberturas que quiserem nos hambúrgueres.

Kevin Newell, diretor de marca e estratégia do McDonald's nos Estados Unidos, disse em uma entrevista que a oferta é um "grande impulsionador". Sem fornecer números específicos sobre o impacto nas vendas, ele disse que está atraindo um tipo diferente de cliente e mais uma multidão de jantares.

O objetivo do teste expandido é obter mais dados, disse Newell.

"Serão mais de cinco, menos de cem", disse ele quando questionado sobre quantos restaurantes estariam testando o cardápio, seguindo a prática da empresa de manter os testes planejados sob sigilo. Mas ele disse que os locais adicionais também serão no sul da Califórnia.

O teste reflete um esforço do McDonald's para se adaptar à tendência crescente de customização na indústria de fast-food. A popularidade do Chipotle e do Subway, por exemplo, deve-se em grande parte ao fato de que as pessoas podem ditar exatamente o que querem em seus burritos e sanduíches.

Com o McDonald's, ao contrário, muitas pessoas sabem exatamente o que deve entrar em seus famosos hambúrgueres e sanduíches. Um jingle de anúncio explicou uma vez a composição de um Big Mac - "dois hambúrgueres de carne bovina, molho especial, alface, queijo, picles e cebola em um pão de gergelim".

Agora, porém, os executivos em Oak Brook, Illinois, estão tentando mudar a percepção de que as pessoas não podem personalizar seus pedidos no McDonald's.

Além do teste "faça seu próprio hambúrguer", por exemplo, a rede está lançando novas mesas de preparação nas cozinhas de seus mais de 14.000 restaurantes nos EUA. A mesa foi construída para acomodar muito mais coberturas e temperos do que o McDonald's oferece atualmente, sugerindo que a empresa tem planos de expandir sua linha de ingredientes. Por exemplo, as pessoas podem pedir jalapenos ou salsa em seus hambúrgueres ou sanduíches em algum momento.

É claro que os primeiros sinais de promessa para o teste "faça seu próprio hambúrguer" na Califórnia estão longe de ser uma garantia de um sucesso mais amplo. Pode ser que as pessoas sejam atraídas apenas pela novidade inicial do teste. A rede também já fez ajustes no teste, como cozinhar seus Quarter Pounders em uma grelha plana em vez de grelhar no carvão.

Também não está claro se o McDonald's seria capaz de traduzir o conceito em sua ampla rede de restaurantes, em parte porque exige uma grelha separada na cozinha, onde os hambúrgueres personalizados são preparados de forma mais lenta.

"Temos que descobrir, podemos fazer isso operacionalmente?" Newell observou.

Siga Candice Choi em www.twitter.com/candicechoi

Reino Unido nega CDC de reivindicações de rebanho no Variant Watch: atualização de vírus

CNN descarta o ex-senador Rick Santorum após comentários sobre a cultura nativa americana

Relatórios de chamadas da JSW Steel sobre interesse "especulativo" em Liberty UK

Irã continuará negociações nucleares enquanto os hardliners aumentam a pressão

Israel reabre fronteiras para pequenos grupos de turistas estrangeiros

Como a política monetária do Dovish afeta as taxas de juros

O banco central dos EUA, conhecido como Federal Reserve, tem um mandato duplo de administrar a inflação e promover o pleno emprego. Quando se diz que os funcionários do Fed são “dovish”, isso significa que estão mais interessados ​​em promover a criação de empregos do que em… Continue lendo → O post Como a política monetária do Dovish afeta as taxas de juros apareceu primeiro no blog SmartAsset.

Por que devo impostos estaduais?

A declaração de impostos pode não ser sua tarefa financeira favorita, mas é necessária para permanecer nas boas graças do IRS. Por que devo impostos estaduais é uma dúvida que você pode ter se preencher sua declaração… Continue lendo → O post Por que devo impostos estaduais? apareceu pela primeira vez no SmartAsset Blog.

De AnúnciosGut Doctor: It & # x27s Like A Powerwash For Your Inside

O principal cardiologista dos EUA implora a todos que abandonem esses três alimentos

SEC aprova proposta da Nasdaq para permitir alternativa IPO para levantar fundos

Em um depósito https://bit.ly/3vc3jHV datado de 19 de maio, a SEC disse que a mudança de regra proposta pela Nasdaq & # x27s era consistente com as regras e regulamentos do regulador & # x27s e poderia ser benéfica para os investidores como uma alternativa à oferta pública inicial tradicional . A mudança é um grande avanço para a operadora de bolsa que tem pressionado por uma alternativa para as empresas levantarem dinheiro. A Reuters relatou em agosto https://www.reuters.com/article/us-nasdaq-direct-listing-exclusive-idUSKBN25L1BC que a Nasdaq entrou com um processo junto à SEC para alterar suas regras para permitir que as empresas que debutam no mercado de ações por meio de um listagem direta para levantar capital.

Daimler discorda da visão de baterias ou busto de Tesla e VW

(Bloomberg) - O chefe do caminhão da Daimler AG espera que grandes plataformas movidas a hidrogênio desempenhem um papel importante na redução das emissões do setor de transporte, apesar dos obstáculos tecnológicos e do ceticismo levantados por dois rivais proeminentes. Concentrar-se apenas em veículos elétricos a bateria seria arriscado porque da escassez de certas matérias-primas e desafios que as redes terão de suportar uma ampla gama de redes de carregamento para caminhões e ônibus, disse Martin Daum, CEO da Daimler Truck, em uma entrevista por telefone. as metas climáticas ”, disse Daum. “O foco até 2025 será 100% em veículos elétricos a bateria. Entre 2025 e 2035, vamos precisar de veículos elétricos a bateria e de células de combustível porque os requisitos de infraestrutura em crescimento maciço exigem uma abordagem de duas pernas. ”Células de combustível, que geram eletricidade a partir do hidrogênio e, portanto, eliminam a necessidade de recarregar baterias, têm sido apontados há anos como uma alternativa potencial aos motores de combustão. Mas os altos custos e a escassa infraestrutura de abastecimento impediram uma adoção mais ampla e deixaram a tecnologia muito atrás dos trens de força elétricos a bateria no mercado de automóveis de passageiros. A eletrificação de veículos comerciais é mais complexa - eles são maiores, mais pesados ​​e usados ​​para tudo desde entregas a supermercados em áreas urbanas até transporte de longa distância em áreas remotas. A Daimler recentemente formou uma joint venture com a rival Volvo AB para desenvolver em conjunto pilhas de células de combustível. Detratores de Daimler Enquanto líderes da indústria proeminentes, incluindo Elon Musk da Tesla Inc. e Herbert Diess da Volkswagen AG, criticaram repetidamente as células de combustível e argumentaram que a energia da bateria é o único caminho a seguir, A Daimler e a Volvo não são as únicas a enxergar o potencial de longo prazo. “A descarbonização da matriz energética representa a mudança mais profunda na energia desde o início da revolução industrial”, disseram analistas da Sanford Bernstein liderados por Neil Beveridge em uma nota aos clientes. “É simplesmente impossível chegar a zero líquido em 2050 sem que o hidrogênio desempenhe um papel importante.” A divisão de caminhões da Daimler é a maior fabricante mundial de veículos comerciais e está prestes a ser desmembrada das operações de carros de luxo da Mercedes-Benz este ano. A divisão reflete as tendências tecnológicas divergentes entre automóveis de passageiros e veículos comerciais. Ambos precisarão de um enorme investimento em nova tecnologia para cumprir com padrões de emissões mais rígidos. Damum, 61, mapeou metas de lucratividade mais agressivas na quinta-feira e objetivos para gerar os fundos necessários para navegar na transformação da indústria. “Queremos ser uma empresa resiliente que pode evitar perdas mesmo em anos difíceis ”, disse ele. A unidade planeja ser listada na bolsa de valores de Frankfurt ainda este ano e pode entrar no índice DAX de primeira linha do país. A Global PresenceDaimler possui uma presença verdadeiramente global que é única entre os fabricantes de veículos comerciais. Enquanto a Volvo apenas reduziu sua presença na Ásia vendendo seu negócio de caminhões UD no Japão, a unidade Traton SE da VW está concluindo sua aquisição da fabricante de caminhões dos EUA Navistar International Corp. no próximo trimestre. Além dos caminhões Mercedes, a divisão de caminhões e ônibus da Daimler compreende a Fuso no Japão, BharatBenz na Índia, Setra na Alemanha e Freightliner, Thomas Built e Western Star na América do Norte. A empresa dependeu muito dos lucros da Freightliner nos últimos anos, já que a América do Norte tende a gerar grande parte dos lucros do setor. Executivos disseram na quinta-feira que aumentar a lucratividade nas operações europeias será uma prioridade e se comprometeram a reduzir os custos de pessoal e material para se tornar mais competitiva na região. Questionado se a Daimler pode considerar a aquisição da Iveco, empresa italiana da CNH Industrial NV, Daum disse que seu foco é nas próprias operações da empresa. “Não vejo necessidade de adicionarmos um ativo ao nosso negócio europeu”, disse ele. “Não há planos para quaisquer mudanças estruturais.” Mais histórias como esta estão disponíveis em bloomberg.comSubscribe agora para se manter atualizado com a fonte de notícias de negócios mais confiável. © 2021 Bloomberg L.P.

Nvidia estabelece desdobramento de ações 4 por 1, ações sobem

As ações da empresa, que duraram mais de US $ 600 no pré-mercado, ganharam quase 12% este ano depois que seu valor mais que dobrou em 2020. As desdobramentos de ações podem atrair investidores de varejo que fazem pequenas negociações. A Nvidia, sediada em Santa Clara, Califórnia, disse que os acionistas registrados em 21 de julho receberiam dividendos de três ações adicionais após o fechamento das negociações em 19 de julho, com as ações sendo negociadas em uma base ajustada por desdobramento a partir de 20 de julho.

De AnúnciosColoque uma bolsa no espelho do carro ao viajar

Brilliant Car Cleaning Hacks que os revendedores locais gostariam que você não soubesse

Por que as ações da Nvidia deram um salto após o anúncio da divisão quatro por um?

O estoque está tentando liquidar acima do nível de $ 600.

Os fundos generalistas voltam para a mineração à medida que os preços e a inflação sobem

Os preços em alta das commodities, balanços patrimoniais mais fortes e o aumento da inflação atraíram de volta os investidores generalistas de ações de mineração que, por anos, evitaram o setor, mostram os dados. As ações das empresas de mineração diversificadas Rio Tinto, BHP, Anglo American e Glencore dobraram no ano passado, à medida que as medidas de apoio à política em economias avançadas em resposta à pandemia de COVID-19 alimentaram a inflação. As commodities servem como proteção contra a inflação, o que significa que seus preços devem permanecer fortes e, ao mesmo tempo, a transição para uma economia de baixo carbono e a canalização de fundos de estímulo para infraestrutura está gerando demanda por matérias-primas.

O executivo da Microsoft diz que os CEOs que forçam os funcionários a voltarem ao escritório "estão perdendo o ponto"

De acordo com a Microsoft, as empresas que não oferecem aos funcionários a capacidade de trabalhar em casa perderão os melhores talentos.

A dívida do cartão de crédito despencou - mas e se você ainda estiver com problemas?

Se suas finanças estão sendo duramente atingidas pela pandemia, você pode precisar ser criativo.

‘The Large LBO Is Back’: Goldman vê o retorno dos mega negócios

(Bloomberg) - Parece que será um grande ano para aquisições financiadas por dívida e aquisições alavancadas, de acordo com Christina Minnis, chefe global de financiamento de aquisições do Goldman Sachs Group Inc. O banco subscreveu cinco empréstimos-ponte em 2021 com um tamanho de mais de US $ 10 bilhões, perto do recorde de oito para um ano. “Na verdade, estamos em um ritmo para bater esse recorde”, disse Minnis em uma entrevista à Bloomberg Television na sexta-feira. “Na verdade, acho que estamos nas primeiras entradas de transações muito grandes.” Goldman emitiu recentemente um cheque de US $ 18 bilhões para ajudar a AT & ampT Inc. a financiar seu mega acordo de mídia com a Discovery Inc. O Dealmaking mundial subiu para um recorde de US $ 1,1 trilhão no primeiro trimestre enquanto a economia se recuperava e já está se aproximando da marca de US $ 2 trilhões graças ao spinoff da AT&. O frenesi não está reservado apenas para empresas de primeira linha, com a perspectiva de atividade de compra alavancada também robusta. Espera-se que os patrocinadores de private equity façam parcerias para grandes negócios de clubes à medida que o tamanho das transações aumenta, com alguns olhando para aquisições que exigem US $ 10 bilhões em ações, disse Minnis. “O mundo do grande LBO está de volta.” Leia mais: Ambição do Goldman de igualar o JPMorgan na AT & ampT Deal Meets RealityTop empresas de aquisição estão atualmente fazendo licitações para Medline Industries Inc., uma empresa de suprimentos médicos que poderia faturar cerca de US $ 30 bilhões e marcar o retorno de grandes acordos de clubes. Do lado do financiamento, os credores diretos desempenharão um papel importante na hora de fechar negócios, disse Minnis. Owl Rock Capital Partners, por exemplo, está liderando um empréstimo de US $ 2,3 bilhões para ajudar a financiar a compra da Calypso Technologies Inc. pela Thoma Bravo, um dos maiores negócios já vistos no mercado de dívida privada. “Não vejo os credores diretos recuando, na verdade eu os vejo sendo uma força muito importante ”, e a Goldman Sachs fará parceria com muitos deles daqui para frente, disse Minnis. O surto de Covid-19 fez com que muitas empresas mudassem para o modo de sobrevivência, mas agora elas ' re focado em como crescer em um mundo pós-pandemia, Minnis disse. E ela também está otimista com a Europa, observando atividades excepcionalmente ocupadas tanto na região quanto por meio de negócios internacionais. "Os mercados financeiros alavancados europeus são muito fortes, tão fortes quanto vimos nos últimos anos", disse ela. Mais histórias como isso está disponível em bloomberg.comSubscribe agora para se manter atualizado com a fonte de notícias de negócios mais confiável. © 2021 Bloomberg LP

Ações da Nvidia aumentam após o anúncio da divisão de ações 4 por 1

(Bloomberg) - As ações da Nvidia Corp. subiram na sexta-feira depois que a fabricante de chips gráficos disse que dividiria suas ações em 4 por 1 em um esforço para torná-las mais acessíveis a investidores e funcionários. A divisão, na forma de dividendo em ações , está sujeito à aprovação dos acionistas na reunião anual da empresa sediada em Santa Clara, Califórnia, em 3 de junho, disse a Nvidia em um comunicado sexta-feira. A mudança, se aprovada, aumentaria as ações ordinárias para 4 bilhões de ações. As ações saltaram 3,1% com o início das negociações em Nova York na sexta-feira. Atualmente, a Nvidia tem cerca de 622,4 milhões de ações em circulação, avaliando a empresa em $ 363,8 bilhões, com base no preço de fechamento das ações de quinta-feira de $ 584,50. As ações ganharam 12% até agora neste ano. Se os acionistas aprovarem o plano, cada acionista registrado da Nvidia em 21 de junho receberá um dividendo de três ações ordinárias adicionais para cada ação detida, a ser distribuído após o fechamento do pregão em 19 de julho. Espera-se que as negociações comecem em uma base ajustada por desdobramento de ações em 20 de julho. Mais notícias como esta estão disponíveis em bloomberg.comSubscribe now para ficar à frente com a fonte de notícias de negócios mais confiável. © 2021 Bloomberg LP

Dono da Zara, Inditex, vai fechar todas as lojas na Venezuela, diz sócio local

A Inditex, dona de marcas como Zara, Bershka e Pull & amp Bear, fechará todas as suas lojas na Venezuela nas próximas semanas, já que um acordo entre o varejista e seu parceiro local Phoenix World Trade foi analisado, disse um porta-voz da Phoenix World Trade. Phoenix World Trade, empresa com sede no Panamá e controlada pelo empresário venezuelano Camilo Ibrahim, assumiu a operação das lojas Inditex no país sul-americano em 2007. & quotPhoenix World Trade está reavaliando a presença comercial de suas marcas franqueadas Zara, Bershka e Pull & ampBear na Venezuela, para torná-lo consistente com o novo modelo de integração e transformação digital anunciado pela Inditex ”, disse a empresa em resposta a um pedido da Reuters.

CANADA FX DEBT-dólar canadense aproxima-se da alta de 6 anos conforme as preocupações com a inflação diminuem

* Dólar canadense se fortalece 0,2% em relação ao dólar americano * Para a semana, o dólar está a caminho de ganhar 0,6% * Vendas no varejo canadense aumentam 3,6% em março * Preço do petróleo americano sobe 1,9% TORONTO, 21 de maio (Reuters) - O canadense O dólar subiu em relação ao seu homólogo dos EUA na sexta-feira, com as preocupações dos investidores sobre a inflação dos EUA recuando e os dados domésticos mostrando as vendas no varejo subindo em março, com o dólar se aproximando de uma alta de seis anos registrada no início da semana. As vendas no varejo canadense aumentaram 3,6% em março em relação a fevereiro, superando as estimativas de aumento de 2,3%, mostraram dados do Statistics Canada. Os mercados de ações mundiais subiram após uma semana volátil, tirando sua liderança de uma Wall Street mais forte, uma vez que os dados de atividade de negócios dos EUA atenuaram os temores de inflação.

ATUALIZAÇÃO 4-Os lucros da App Store da Apple parecem & # x27 desproporcionais & # x27 o juiz dos EUA diz ao CEO Cook

Na sexta-feira, um juiz federal interrogou o presidente-executivo da Apple Inc, Tim Cook, sobre se os lucros do fabricante do iPhone & # x27s App Store de desenvolvedores como o fabricante do & quotFortnite & quot Epic Games são justificados e se a Apple enfrenta alguma pressão competitiva real para mudar seus hábitos. Cook testemunhou por mais de duas horas em Oakland, Califórnia, como testemunha final na defesa da Apple & # x27s contra as acusações da Epic & # x27s de que os controles e comissões do fabricante do iPhone & # x27s App Store criaram um monopólio que a Apple abusa ilegalmente.

O Crypto Chief do Goldman se preocupa com a fraude, mas não com o futuro da criptomoeda

O chefe global de ativos digitais da gigante de bancos de investimento, Mathew McDermott, disse que a empresa continuará a expandir suas ofertas no mercado de criptomoedas para atender à crescente demanda.

Previsão de preço do S & ampP 500 - S & ampP 500 desiste dos ganhos iniciais

O S & ampP 500 inicialmente se recuperou na sexta-feira para alcançar o nível 4200 antes de recuar novamente. Neste momento, é provável que o mercado continue a crescer, a fim de criar o ímpeto necessário para estourar.

O melhor rally do mundo tem Morgan Stanley para Newton Eyeing Europa

(Bloomberg) - Por muito tempo os retardatários dos mercados de ações globais, as ações europeias voltaram a ser favoráveis ​​e, com empresas como Credit Suisse Group AG e Morgan Stanley juntando-se a um coro cada vez mais otimista, os investidores estão observando. O Euro Stoxx 50 Index of As blue-chips da zona do euro subiram 13% até agora em 2021, superando o S & ampP 500 nos primeiros cinco meses do ano pela primeira vez desde 2017 e superando todas as outras referências regionais importantes. Isso coincidiu com um aumento recente nas entradas de fundos de ações europeus, enquanto a última pesquisa global do gestor de fundos do Bank of America Corp. mostrou que as ações da área do euro são agora a maior sobreponderação em ações regionais. o escopo para a Europa recuperar o atraso com os EUA à medida que os programas de vacinas ganham ritmo ”, disse Catherine Doyle, estrategista da equipe de retorno real da Newton Investment Management do BNY Mellon, que tem peso na Europa em relação às ações globais. O que torna a Europa tão atraente agora é a vasta presença de setores baratos sensíveis a uma recuperação econômica acelerada por um aumento nos esforços de vacinação que inicialmente ficaram atrás dos EUA e do Reino Unido. A região também é menos suscetível às preocupações com a inflação que assustaram os mercados recentemente. dada a relativa escassez dos setores mais afetados, como tecnologia. Esses fatores estão fornecendo um catalisador para avaliações historicamente baixas. O índice Euro Stoxx 50 é negociado a cerca de 17,6 vezes os ganhos de 12 meses, em comparação com 21 vezes para o S & ampP 500 e 26 vezes para o Nasdaq. Ao contrário da maioria dos índices globais, ainda não atingiu seu recorde ou mesmo ultrapassou seu pico de 2008. O desempenho superior recente da Europa está apenas começando a chamar a atenção dos participantes do mercado. O Credit Suisse elevou as ações da Europa continental para sobreponderação na quinta-feira, citando o potencial de recuperação para o crescimento econômico da região, que ficou atrás dos EUA, sua exposição ao boom de energia verde e baixo posicionamento dos investidores em comparação com outras regiões. EUA sobre recuperação de lucros, já que o governo Biden planeja aumentar os impostos corporativos. E a empresa de gestão de investimentos dos EUA Eaton Vance está "significativamente" acima do peso da Europa em carteiras de ações globais e internacionais, de acordo com Chris Dyer, diretor de ações globais, que vê o desempenho superior da região continuando em comparação com os influxos de USEquity de acordo com dados do Bank of America e EPFR Global, Os fundos de ações europeus atraíram fluxos nas últimas seis semanas. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer para alcançar os colegas. Para 2021 até o momento, a região atraiu apenas US $ 4,8 bilhões, em comparação com os colossais US $ 181 bilhões investidos em fundos de ações dos EUA. No ano passado, os investidores retiraram cerca de US $ 43 bilhões de fundos de ações europeus, a maior parte entre as principais regiões. Os investidores internacionais também estão votando em ações da área do euro acumulando-se em fundos negociados em bolsa. O ETF SPDR EURO STOXX 50 listado nos EUA está definido para seu maior mês de entradas desde 2017, com cerca de US $ 300 milhões em novas adições em maio, enquanto o ETF iShares MSCI Eurozone esta semana teve seu maior fluxo de entrada em um único dia de US $ 187 milhões desde outubro de 2019. Para ter certeza, os estrategistas consultados pela Bloomberg veem espaço limitado para ganhos em relação aos níveis atuais até o final de 2021, com a previsão média de 4.012 para o Euro Stoxx 50, queda de 0,3% em relação ao fechamento de sexta-feira. Este tipo de mercado pode favorecer os selecionadores de ações em vez dos seguidores do índice. Doyle de Newton gosta de montadoras como a Volkswagen AG, que pode prosperar na adoção de veículos elétricos, empresas de energia como a RWE AG que estão fazendo uma pressão para uma transição de energia verde e low-cost airline Ryanair Holdings Plc, which she expects to benefit from rising passenger volumes as travel resumes. Volkswagen is down 12% from its April peak and up 42% year-to-date, while RWE has fallen 5.6% this year and Ryanair is down 0.2%.‘Final Unlocking’Luke Newman, who runs long-short funds at Janus Henderson Investors, says he’s net long euro-area equities and net-short the U.S. market because Europe is only now entering the “final unlocking.”READ: More Than 1.54 Billion Shots Given: Covid-19 Vaccine Tracker“Within the unlocking trade, continental Europe has lagged the U.S. and U.K. given the infections waves and vaccine rollouts,” Newman said in a video interview. “We feel that now is the time when the market is prepared to look out not necessarily at this year, but at 2022 and 2023, and start to assume recovery for those less-favored unlocking areas of the market.”He sees Safran SA, a French aircraft engine manufacturer, which is up just 3.4% this year, and Sodexo SA, a French food services and facilities management company, which has gained 13% in 2021 but is down 10% from its March peak, as some of the companies that can benefit from the rebound.Kevin Thozet, member of the investment committee at Carmignac, says the European market is in a “sweet spot” due to its balance of cyclical and quality names, such as luxury companies, which represent a large part of the index. The French asset manager with 39 billion euros ($48 billion) under management holds shares that include LVMH, Hermes International and Ferrari NV, in addition to Safran and Ryanair.“The big attraction in the U.S. was, for a very long time, the technology sector. There are tech companies in Europe, but they aren’t as important. This didn’t help European equities in the past, but there’s a rotation in place right now and Europe benefits,” Thozet said in an interview.Fiscal and monetary stimulus, along with a rebound in consumer spending, should enable economic activity in the euro area to return to pre-Covid levels by late 2021, according to Wei Li, global chief investment strategist at the BlackRock Investment Institute. BlackRock lifted euro-area equities to neutral in February and prefers them to the European credit market.“In addition to a more positive macro backdrop, we see valuations in the euro area as supportive,” she said by email. “We still expect a rapid activity restart beginning in the second half of this year.”More stories like this are available on bloomberg.comSubscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.©2021 Bloomberg L.P.

Iran uses crypto mining to lessen impact of sanctions, study finds

Around 4.5% of all bitcoin mining takes place in Iran, allowing the country to earn hundreds of millions of dollars in cryptocurrencies that can be used to buy imports and lessen the impact of sanctions, a new study has found. At its current level of mining, Iran's bitcoin production would amount to revenues close $1 billion a year, according to figures from blockchain analytics firm Elliptic. Iranian officials could not immediately be reached for comment.

U.S. Dollar Index (DX) Futures Technical Analysis – Could Be Setting Up for Start of Counter-Trend Rally

A close over 89.795 will form a closing price reversal bottom. If confirmed, this could trigger the start of a 2 to 3 day counter-trend rally.


Has McDonald’s ‘gourmet’ overhaul failed?

MCDONALD’S splashed out millions of dollars to transform itself into something else. That seems to have been a costly mistake.

Staff breakdown at McDonalds goes viral.

Staff breakdown at McDonalds goes viral

Create Your Taste was abandoned after a year-and-a-half. Picture: Peter Clark Source:News Corp Australia

FOUR years after McDonald’s kicked off its much-hyped build-your-own-burger experiment, thousands of dollars’ worth of special kitchen equipment franchisees were required to purchase is gathering dust.

The fast-food chain would not confirm exactly how much equipment was now sitting idle after Create Your Taste was ditched last year.

But McDonald’s Australia vice president of operations Sharon Paz said: “The majority of equipment has been repurposed and it’s likely we’ll find uses for anything remaining for future platforms (or) initiatives.”

Following complaints from franchisees that it was slowing down kitchens, Create Your Taste was replaced with the non-customisable Gourmet Creations range, having already been ditched a year earlier in the US in favour of Signature Crafted Recipes.

“The McDonald’s franchise structure means if corporate office makes a decision to extend the range, move into a different segment in the market or develop a different menu, franchisees are obligated to comply,” QUT marketing professor Dr Gary Mortimer said.

“While consumers saw the menu evolve and change, behind the scenes franchisees were tasked with purchasing new assets, new menus and new products that obviously struggled to gain traction in the marketplace.”

De acordo com Business Insider, US franchisees forked out up to $170,000 ($US125,000) per restaurant installing the self-service kiosks alone.

One McDonald’s employee posting on Reddit said the new equipment included a special toaster, a new work bench, a heating cabinet and a new fridge, as well as various tools only available from one supplier.

In a rant about being 𠇏orced” to use a touchscreen kiosk, another user questioned McDonald’s foray into gourmet burgers, self-service ordering and table service.

“When and why did Macca’s get like this?” they wrote. “They used to be fast and cheap, you line up, order, pay and get your meal. Now I can get a parma with salad and chips cheaper than a Big Mac meal. What’s the point going there any more?”

Dr Mortimer said McDonald’s had 𠇌onfused” its customers with its push into �st casual” to take on the likes of Grill𠆝 and Guzman y Gomez.

“It was a reaction to a shift in the marketplace because clearly some of their customers were shifting to a better quality burger offer,” he said.

“The challenge for any business, however, is if you stray too far away from your core, sustainable, competitive advantage, you dilute your market. So those customers that sought a good value offer from McDonald’s became confused and the market was still too small for McDonald’s to make it a viable business.”

Create Your Taste has been replaced with Gourmet Creations. Picture: Keryn Stevens Source:News Corp Australia

Franchisees complained about costly and complex changes. Picture: Joe Raedle/Getty Images/AFP Source:AFP

He said the fast-food chain “many years ago saw how consumers were looking for a good value cafe experience and very quickly moved into that market”, with McCafe continuing to “work exceptionally well for them”.

“I suspect McDonald’s saw the success they had moving into that segment and imagined they could replicate it with a better-quality fast-casual dining offer, and that hasn’t been the case,” he said.

“The cafe market was dominated by a number of smaller players that had higher prices. McDonald’s were able to enter the market with a cafe experience at a low price offer. When they moved into gourmet casual, already players were established like Grill𠆝 and Oporto with much better quality burgers, and it wasn’t their core business.”

Last year, US franchisees responding to a survey by Nomura analyst Mark Kalinowski slammed head office, saying “the partnership is dead”. Franchisees complained about costly and complex changes including installing self-service kiosks, remodelling stores and adding gourmet options.

“We are doing so much, so fast and we aren’t doing any of it properly,” one franchisee wrote. 𠇌ombine that with our staffing problems and we might be close to breaking McDonald’s.”

Another said: 𠇎very week there is a new initiative for the managers to focus on. They need to slow the initiatives down and have less of them, as even our long-term employees are now quitting … McDonald’s Corporation is thinking short term, not long term.”

The survey covered 27 franchisees with 241 stores. In 2015, a similar survey elicited fierce criticism of All-Day Breakfast, with franchisees complaining that it had slowed down service, lowered average bills and sparked chaos in the kitchens.

Last month, McDonald’s chief executive Steve Easterbrook said self-service kiosks were delivering results.

“What we’re finding is when people dwell more, they select more,” he told CNBC.

“There’s a little bit of an average cheque boost. If you think about only two years ago, if you were a customer there were two ways you can get served at McDonald’s. You walked to the front counter and line up and take your drink and find a table or you go through the drive through.

“We’re introducing many options. They can order through mobile, they can come kerbside and we’ll run it out as well as the existing traditional ways. You can pay in different ways and customise your food in different ways. I think we’re trying to add more choice and variety.”

Ms Paz said in a statement, 𠇊t Macca’s, all of our innovation is driven by customers. This is not only about the food on our menu, but also giving our customers choice in how they’re served.

“Whether you want to grab a burger on the go from a drive-through, have Maccas delivered to your door, or sit down in a restaurant and have your meal served to your table, we now offer that choice.

“Our app and digital kiosks have been popular with people choosing those options, but customers can also still order at the counter if they would prefer.”


McDonald's Asked the Internet to Name Its Own Burgers and Things Got Out of Hand

McDonald’s New Zealand put on a creative build-your-own-burger campaign &mdash only to find that people were taking, well, advantage of the customizable options to craft inappropriate, offensive, and just plain impossible sandwiches. (Yes, even sandwiches can be offensive when they’re given cringe-inducing names.)

It all started out innocently enough: touch screens were set up in participating locations, where customers could pick and choose their perfect burger ingredients at will. Meanwhile, a competition was set up online, where people could submit their custom burgers to the McDonald’s New Zealand site for public perusal site &mdash and vote on the best ones.

Many customers were pleased with the process and their ensuing meals, and gave the recipes nice names like the “Hawaiian Hula.”

But then, as Metro UK reports, things started taking a turn for the worse when it came to the website part of the promotion. There were politically-incorrect puns like the Bernie Socialist Feast (just a top and bottom bun.) There were ridiculous requests like a massive stack of just lettuce (Bag of Lettuce), just buns (The Carbonator), and… nothing at all (Atheist’s Delight). Things got unsafe for work, too you can see some of the more inappropriate concoctions in the screengrabs assembled here.

Now, it seems like the whole “Create Your Taste” digital campaign has been put on some kind of hold. The landing page exists on the McDonald’s site, but any attempt to actually move forward in the burger-crafting process just redirects you back to the home page.

The moral of this story? Nothing is safe online. Not even a simple hamburger.


McDonald's in Panic Mode: Accelerates Rollout of Build-Your-Own-Burger Menu

Rich has been a Fool since 1998 and writing for the site since 2004. After 20 years of patrolling the mean streets of suburbia, he hung up his badge and gun to take up a pen full time. Having made the streets safe for Truth, Justice, and Krispy Kreme donuts, he now patrols the markets looking for companies he can lock up as long-term holdings in a portfolio. His coverage reflects his passion for motorcycles, booze, and guns (though typically not all exercised at the same time), but his writing also covers the broader sectors of consumer goods, technology, and industrials. So follow along as he tries to break down complex topics to make them more understandable and useful to the average investor. Have a story idea? Contact Rich here. I may not be able to respond to every suggestion, but I do read them all! Think an article needs a correction? Reach Rich here.

McDonald's has become a shadow of its former self as sales continue falling.

Até McDonald's (NYSE:MCD) realizes how desperate its situation has become. After yet another month of falling sales, the fast-food restaurant is hastening the roll-out of what could be its salvation: deployment of its build-your-own-burger stations.

McDonald's is clearly panicked. Domestic same store stores tumbled once again in November, plunging 4.6%, while global comps were down 2.2%. It marks the 13th consecutive month the burger chain has gone without recording a positive uptick in comparable sales. Globally, they've been negative for six consecutive months.

Sales at McDonald's begin their precipitous slide once again. Data: McDonald's quarterly SEC filings

Last month both McDonald's and Wall Street celebrated better-than-expected sales for the month of October, but I warned investors they should hold off on the bunting and parades: the restaurant operator had launched its popular annual Monopoly promotion and even franchisees were left clinging to the hope the game would "stop the bleeding."

Sim, sim. For a month. Por muito pouco.

Now McDonald's is back to hemorrhaging sales and its condition is dire.

The burger chain is reeling from the roundhouse punch delivered fast-casual restaurants like Chipotle Mexican Grill (NYSE:CMG) .

It's become an article of faith that diners are flocking to fast-casual Mexican restaurants, Chinese food outlets, and even pizzerias because of the fresher ingredients and personalization options available.

Fast casual has built on, expanded, and even internalized the "have it your way" philosophy featured in Burger King Worldwide's (NYSE:BKW.DL) old jingle. Pizza Hut, for example, is developing a platform that offers over 2 billion customization options through 10 new crust flavors, six new sauces, 11 new flavor recipes, five new Skinny Slice recipes, drizzles, and more.

And now it's McDonald's turn.

It is racing forward to immediately expand the four "Create Your Taste" test sites currently operating in southern California to 30 locations in Illinois, Georgia, Missouri, Pennsylvania, and Wisconsin, and then on to 2,000 sites next year.

Mix-and-match your sandwich ingredients at McDonald's new ordering kiosk. Image: McDonalds Operator's Association of Southern California

McDonald's kiosk-based platform allows customers to personalize virtually every aspect of their burger, from bun and the number of patties to the types of cheese and sauces to put on top. And it's no longer just a build-your-own-burger, or BYOB option: the fast-food restaurant extends it to chicken sandwiches too.

It might take some time to retrain McDonald's customers on how to order.

In this McDonald's of the near future, customers bypass the regular counter and head to touch-screen tablet kiosks where a store employee is available to help negotiate the new ordering process. Among the options available are three types of cheese, a variety of buns (or no bun at all!), several sauces, and a number of toppings, including guacamole, jalapenos, and chili-lime tortilla strips.

And then they wait. A long time by fast-food standards.

According to estimates, it can take as long as seven minutes for a BYO sandwich to be made. Considering McDonald's was experimenting with speeding up its drive-thru with 60-second food-order guarantees, the emphasis on slowing down the ordering process inside seems a bit incongruous.

But it also highlights another problem McDonald's faces in rolling this out to the masses: Create Your Taste is not available through the drive-thru. You have to come inside to order your customized burger or chicken sandwich. Yet it's estimated that many of its restaurants generate as much as 70% of their business through the drive-up window.

It's clear McDonald's is panicking as it tries to gain control over a situation spiraling out of control. The reimagining of itself as a fast-casual restaurant could be just what McDonald's needs, but plenty of hurdles remain in its path that should refrain investors from hoping a turnaround will quickly materialize.


McDonald's just pulled the plug on its biggest menu change in years

"Create Your Taste" allowed customers to build burgers from more than 30 premium ingredients, buns, and sauces, including bacon, caramelized grilled onions, chili lime tortilla strips, guacamole, and jalapenos.

Customers ordered the burgers from touch-screen kiosks inside McDonald's restaurants.

It was arguably the biggest menu change for McDonald's in more than 40 years, since the introduction of breakfast. Many franchisees invested roughly $125,000 per location to install the "Create Your Taste" kiosks in their restaurants.

But within the last month, it suddenly began disappearing from restaurant menus from San Francisco to New York, Business Insider learned based on information from more than half a dozen McDonald's locations across the US.

McDonald's spokeswoman Becca Hary confirmed the change.

" Create Your Taste was a test, which we used as the name for customizable burgers in select cities," Hary told Business Insider. "McDonald’s is now testing a customizable burger platform under the name 'Signature Crafted Recipes.'"

Customers liked ordering from kiosks and personalizing their food, according to McDonald's. And the burgers got largely positive feedback in online reviews.

In mid-2015, the company said it had plans to roll out "Create Your Taste" to 2,000 restaurants nationwide, or roughly one in seven of McDonald's more than 14,000 restaurants in the US. At the time, it was available in seven states.

But there were a few problems with "Create Your Taste." Some customers complained that the burgers were too expensive and took too long to cook.

Business Insider’s Hollis Johnson tested the program at a New York City McDonald’s and paid $10 for a burger with bacon, tomato, onions, cheddar cheese, guacamole, and two sauces, along with sides of fries and a drink. That’s about twice the cost of a Big Mac meal. His meal took eight minutes to prepare.

Some franchisees also complained about the cost of the program, and said it slowed down kitchen operations and targeted an upscale customer that McDonald's shouldn't be going after.

McDonald's decision to get rid of the full "Create Your Taste" menu and replace it with "Signature Crafted Recipes" should help solve some of these issues.

"Signature Crafted Recipes" has fewer options for customization than "Create Your Taste" with bundled toppings that should make it easier for kitchens to handle. The company started testing it earlier this year.

"Our customers appreciate the additional choices and the control of being able to order from kiosks," Hary said. "We’re always testing and looking at new ideas and concepts to provide our customers with a great restaurant experience. "

The Signature Crafted menu allows customers to choose from one of three proteins — beef, buttermilk crispy chicken, or grilled chicken — and one of four topping bundles: maple bacon Dijon, deluxe, buffalo bacon, and pico guacamole. A sriracha topping bundle is also available at some restaurants.

The menu is available to order from the touch-screen kiosks that were used for "Create Your Taste."



Comentários:

  1. Gashakar

    Norma

  2. Wainwright

    Gostaria de encorajá-lo a ir a um site que tem muita informação sobre este assunto.

  3. Alarick

    Eu sobre isso ainda não ouvi



Escreve uma mensagem